Gênesis 39

1. José foi levado ao Egito; e Potifar, oficial do faraó, capitão da guarda, egípcio, comprou-o dos ismaelitas que o haviam levado para lá.

2. Mas o SENHOR estava com José, e ele tornou-se próspero; e passou a morar na casa do seu senhor, o egípcio.

3. E o seu senhor viu que Deus estava com ele e fazia prosperar em sua mão tudo quanto ele empreendia.

4. Por isso, José achou favor aos olhos dele e tornou-se seu assessor; de modo que ele o fez mordomo da sua casa e entregou em suas mãos tudo o que possuía.

5. Desde que o colocou como mordomo de sua casa e de todos os seus bens, o SENHOR abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a bênção do SENHOR estava sobre todos os seus bens, tanto na casa como no campo.

6. Potifar deixou tudo nas mãos de José, de tal modo que não se preocupava com o que estava sob os cuidados dele, mas somente com a sua comida. José era belo de porte e de rosto.

7. E aconteceu depois dessas coisas que a mulher do seu senhor pôs os olhos em José e lhe disse: Deita-te comigo.

8. Mas ele se recusou e disse à mulher do seu senhor: O meu senhor não se preocupa com o que está sob os meus cuidados na sua casa; entregou em minhas mãos tudo o que tem.

9. Ninguém é superior a mim nesta casa; ele não me negou nada, a não ser a ti, porque és a mulher dele. Como poderia eu cometer este grande mal e pecar contra Deus?

10. Entretanto, ela insistia com José dia após dia; ele, porém, não lhe dava ouvidos para se deitar com ela nem para estar com ela.

11. Mas, certo dia, sucedeu que ele entrou na casa para fazer o seu serviço, e nenhum dos homens da casa estava lá dentro.

12. Então ela, pegando-o pela capa, lhe disse: Deita-te comigo! Mas ele, deixando a capa na mão dela, saiu e correu para fora.

13. Quando ela viu que ele havia deixado a capa na sua mão, fugindo,

14. chamou os homens de sua casa e disse-lhes: Vede! meu marido trouxe-nos um hebreu para nos insultar; ele tentou deitar-se comigo, mas eu gritei;

15. quando ele ouviu que eu havia levantado a voz e começado a gritar, deixou aqui a sua capa e saiu, fugindo para fora.

16. Ela guardou a capa consigo, até que o senhor dele voltasse para casa.

17. Então lhe repetiu as mesmas palavras: O servo hebreu que nos trouxeste aproximou-se de mim para insultar-me;

18. mas, quando levantei a voz e gritei, ele deixou comigo a capa e fugiu.

19. Ouvindo o seu senhor as palavras que sua mulher lhe havia contado: Teu servo me fez assim, a sua ira se acendeu.

20. Então o senhor de José o tomou e o lançou no cárcere, no lugar em que os presos do rei estavam encarcerados; e ali ele ficou.

21. O SENHOR, porém, estava com José, estendendo sobre ele a sua bondade e dando-lhe favor aos olhos do carcereiro,

22. o qual entregou nas mãos de José todos os presos que estavam no cárcere; e José era quem comandava tudo o que se fazia ali.

23. E o carcereiro não se preocupava com coisa alguma que estava nas mãos de José, pois o SENHOR estava com ele, fazendo prosperar tudo quanto ele empreendia.