1 Reis 14

1. Naquele tempo, Abias, filho de Jeroboão, adoeceu.

2. Jeroboão disse à sua mulher: Levanta-te e disfarça-te, para que não sejas reconhecida como mulher de Jeroboão, e vai a Siló. Lá está o profeta Aías, que disse a meu respeito que eu seria rei sobre este povo.

3. Leva contigo dez pães, alguns bolos e uma vasilha de mel e vai falar com ele; ele te declarará o que acontecerá com este menino.

4. A mulher de Jeroboão fez isso e, levantando-se, foi a Siló e entrou na casa de Aías. Este já não enxergava, pois seus olhos estavam cegos por causa da velhice.

5. O SENHOR, porém, tinha dito a Aías: A mulher de Jeroboão vem consultar-te sobre seu filho, que está doente. Tu lhe falarás assim e assim; porque quando ela entrar, fingirá ser outra pessoa.

6. Quando Aías ouviu os passos dela entrando pela porta, disse: Entra, mulher de Jeroboão; por que te disfarças assim? Pois eu fui enviado a ti com duras notícias.

7. Vai e diz a Jeroboão: Assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Eu te exaltei entre o povo e te constituí líder sobre o meu povo Israel,

8. e tirei o reino da família de Davi e o dei a ti. Mas tu não tens sido como o meu servo Davi, que guardou os meus mandamentos e me seguiu de todo o coração para fazer somente o que era reto aos meus olhos;

9. mas tens praticado o mal, pior do que todos os que foram antes de ti. Fizeste para ti outros deuses e imagens de fundição para provocar-me à ira e viraste as costas para mim.

10. Por isso, trarei o mal sobre a família de Jeroboão, e de Jeroboão exterminarei em Israel todo homem, escravo ou livre, e lançarei fora os remanescentes da família de Jeroboão, como se lança fora o esterco, até que seja aniquilado.

11. Aquele que for de Jeroboão e morrer na cidade, os cães o devorarão; e quem morrer no campo, as aves do céu o comerão; porque o SENHOR o disse.

12. Levanta-te e vai para tua casa; quando entrares na cidade, o menino morrerá.

13. Todo o Israel o pranteará e o sepultará. Dos que pertencem a Jeroboão, só este será sepultado, porque, dentre os da família de Jeroboão, só nele se achou alguma coisa boa para com o SENHOR, Deus de Israel.

14. Porém, o SENHOR levantará para si um rei sobre Israel, que destruirá a família de Jeroboão nesse dia. Quando será? Agora mesmo.

15. O SENHOR ferirá Israel como se agita a cana nas águas. Ele arrancará Israel desta boa terra que deu a seus pais e o espalhará para além do rio, porque fizeram os seus postes sagrados, provocando a ira do SENHOR.

16. Ele abandonará Israel por causa dos pecados que Jeroboão cometeu e que fez Israel cometer.

17. Então a mulher de Jeroboão levantou-se, partiu e foi para Tirza. Quando chegou à entrada da casa, o menino morreu.

18. Eles o sepultaram, e todo o Israel chorou por ele, conforme a palavra do SENHOR, que ele falara por intermédio de seu servo Aías, o profeta.

19. Quanto às demais realizações de Jeroboão, como guerreou e como reinou, tudo está escrito no livro das crônicas dos reis de Israel.

20. O tempo que Jeroboão reinou foi vinte e dois anos. Ele descansou com seus pais; e Nadabe, seu filho, reinou em seu lugar.

21. Roboão, filho de Salomão, reinou em Judá. Ele tinha quarenta e um anos quando começou a reinar, e reinou dezessete anos em Jerusalém, a cidade que o SENHOR escolhera de todas as tribos de Israel para pôr ali o seu nome. Sua mãe era amonita e se chamava Naamá.

22. Judá fez o que era mau perante o SENHOR; e, pelos pecados que cometeu, provocou seu zelo, mais do que fizeram os seus pais.

23. Porque também edificaram altares nas colinas, colunas e postes sagrados sobre todo monte e debaixo de toda árvore frondosa;

24. e havia também prostitutos na terra: faziam conforme todas as abominações dos povos que o SENHOR havia expulsado do meio dos israelitas.

25. No quinto ano do rei Roboão, Sisaque, rei do Egito, atacou Jerusalém,

26. e levou os tesouros do templo do SENHOR e os tesouros do palácio real. Também levou todos os escudos de ouro que Salomão havia feito.

27. Em lugar deles, o rei Roboão fez escudos de bronze e os entregou nas mãos dos capitães da guarda, que protegiam a entrada do palácio real.

28. Sempre que o rei entrava no templo do SENHOR, os guardas levavam os escudos; depois os devolviam à sala da guarda.

29. Os demais atos de Roboão e todas as suas realizações estão escritos no livro das crônicas dos reis de Judá.

30. E houve guerra constante entre Roboão e Jeroboão.

31. Roboão descansou com seus pais e foi sepultado com eles na Cidade de Davi. Sua mãe era amonita e se chamava Naamá. E Abias, seu filho, reinou em seu lugar.