1 Reis 7

1. Salomão construiu também o seu palácio, levando treze anos para acabá-lo.

2. Construiu ainda a casa do bosque do Líbano, de cem côvados de comprimento, cinquenta de largura e trinta de altura, sobre quatro fileiras de colunas de cedros, com vigas de cedro sobre as colunas.

3. No alto havia uma cobertura de cedro, sustentada por quarenta e cinco colunas, em fileiras de quinze.

4. Havia três fileiras de janelas, uma janela de frente para outra.

5. Todas as portas e esquadrias eram quadradas; as janelas ficavam em três fileiras, uma de frente para outra.

6. Depois, Salomão fez um pátio de colunas de cinquenta côvados de comprimento e trinta de largura; em frente dele, fez outro pátio, com suas respectivas colunas e degraus.

7. Também fez o salão do trono onde julgava, isto é, o salão do tribunal, revestido de cedro desde o soalho até o teto.

8. O palácio onde morava, no pátio em frente, era semelhante a este. Também para a filha do faraó, que ele tomara por mulher, fez um palácio semelhante ao salão do trono.

9. Todas essas construções eram de pedras valiosas, cortadas sob medida com uma serra, nos seus lados interior e exterior; e isto desde o alicerce até o beiral do teto, e por fora até o grande pátio.

10. Os alicerces eram de pedras valiosas, pedras grandes, de dez e de oito côvados,

11. e por cima delas havia pedras valiosas, lavradas sob medida, e madeira de cedro.

12. O pátio grande tinha em redor três camadas de pedras lavradas, com uma camada de vigas de cedro; assim era também o pátio interior do templo do SENHOR e o pórtico do templo.

13. O rei Salomão mandou trazer Hirão de Tiro.

14. Ele era filho de uma viúva, da tribo de Naftali, e seu pai era um homem de Tiro que trabalhava o bronze. Hirão tinha conhecimento, habilidade e competência para fazer todo tipo de objeto de bronze. Ele veio ao rei Salomão para fazer toda a obra necessária.

15. Fez as duas colunas de bronze, cada uma com dezoito côvados de altura e doze côvados de circunferência;

16. também fez dois capitéis de bronze fundido para colocar no alto das colunas; cada capitel tinha cinco côvados de altura.

17. Havia redes de malha e correntes entrelaçadas para os capitéis que estavam no alto das colunas: sete para cada capitel.

18. Assim fez as colunas; fez também duas fileiras de romãs em redor sobre uma rede, para cobrir os capitéis que estavam no alto das colunas; assim fez com cada um dos capitéis.

19. Os capitéis no alto das colunas do pátio tinham o formato de lírios e mediam quatro côvados de altura.

20. Em cada um dos capitéis das duas colunas, justamente em cima do bojo que estava junto à rede, havia duzentas romãs enfileiradas em redor.

21. Depois ele levantou as colunas no pátio do templo; quando levantou a coluna direita, pôs-lhe o nome de Jaquim, e quando levantou a coluna esquerda, pôs-lhe o nome de Boaz.

22. O alto das colunas tinha formato de lírios. E assim encerrou-se o trabalho das colunas.

23. Ele também fez o tanque de metal redondo de dez côvados de diâmetro, cinco côvados de altura e trinta de circunferência.

24. Por baixo da sua borda em redor havia botões que o circundavam, dez em cada côvado, contornando o tanque em duas fileiras de botões, fundidas juntamente com o tanque.

25. O tanque estava fixado sobre doze bois, três dos quais estavam voltados para o norte, três para o ocidente, três para o sul e três para o oriente; o tanque ficava sobre eles, e os quadris deles estavam voltados para dentro.

26. Ele tinha quatro dedos de espessura, e a borda era como a de um copo, como flor de lírio; tinha capacidade para dois mil batos.

27. Fez também os dez suportes de bronze; cada um tinha quatro côvados de comprimento, quatro de largura e três de altura.

28. Os suportes eram assim: tinham painéis que estavam fixados em molduras;

29. e sobre os painéis que estavam em molduras havia leões, bois e querubins, bem como nas molduras em cima; e debaixo dos leões e dos bois havia grinaldas pendentes.

30. Cada suporte tinha quatro rodas de bronze com eixos de bronze; e os seus quatro cantos tinham apoios debaixo da pia, apoios fundidos com grinaldas de cada lado.

31. A sua boca ficava dentro de uma coroa de um côvado de altura, em forma de pedestal, com um côvado e meio de diâmetro. Nessa boca também havia entalhes, e os seus painéis eram quadrados, não redondos.

32. As quatro rodas ficavam debaixo dos painéis, e os seus eixos ficavam no suporte; a altura de cada roda era de um côvado e meio.

33. As rodas eram como as de um carro; seus eixos, seus aros, seus raios e seus cubos, todos eram fundidos.

34. Havia quatro apoios nos quatro cantos de cada suporte, formando uma só peça com o suporte.

35. No alto de cada suporte havia um cinto redondo, de meio côvado de altura; também no alto de cada suporte havia apoios e painéis que faziam parte dele.

36. Nas placas dos seus apoios e nos seus painéis lavrou querubins, leões e palmas, conforme o espaço que havia em cada uma, com grinaldas em redor.

37. Deste modo fez os dez suportes: todos com a mesma fundição, a mesma medida e o mesmo entalhe.

38. Também fez dez pias de bronze; em cada uma cabiam quarenta batos, e cada pia era de quatro côvados; e cada uma delas estava sobre uma das dez bases.

39. E pôs cinco suportes à direita do templo e cinco à esquerda; o tanque, porém, pôs ao lado direito do templo, voltado para o sudoeste.

40. Hirão também fez as caldeiras, as pás e as bacias; assim acabou de fazer toda a obra que executou para o rei Salomão, para o templo do SENHOR,

41. isto é: as duas colunas, os globos dos capitéis que estavam sobre o alto das colunas, e as duas redes para cobrir os dois globos dos capitéis que estavam sobre o alto das colunas,

42. e as quatrocentas romãs para as duas redes, isto é, duas fileiras de romãs para cada rede, para cobrirem os dois globos dos capitéis que estavam em cima das colunas;

43. os dez suportes e as dez pias sobre os suportes;

44. o tanque e os doze bois debaixo dele;

45. as caldeiras, as pás e as bacias. Todos esses objetos que Hirão fez para o rei Salomão, para o templo do SENHOR, eram de bronze polido.

46. O rei os fez fundir na planície do Jordão, num terreno argiloso que havia entre Sucote e Zaretã.

47. Mas Salomão deixou de pesar esses objetos porque eram muitos; não se averiguou o peso do bronze.

48. Salomão também fez todos os utensílios para o templo do SENHOR: o altar de ouro e a mesa de ouro, sobre a qual estavam os pães consagrados;

49. os castiçais de ouro puro, cinco à direita e cinco à esquerda, diante do santuário interior; as flores, as lâmpadas e as tenazes, também de ouro;

50. e as taças, os espevitadores, as bacias, as colheres e os braseiros, de ouro puro; e as dobradiças para as portas do santuário interior, isto é, o lugar santíssimo, e as das portas do templo, isto é, do santuário, também de ouro.

51. Assim, encerrou-se toda a obra que o rei Salomão fez para o templo do SENHOR. Então, Salomão trouxe as coisas que seu pai Davi tinha consagrado, isto é, a prata, o ouro e os utensílios, e os depositou nos tesouros do templo do SENHOR.