2 Reis 24

1. Durante seu reinado, Nabucodonosor, rei da Babilônia, invadiu Judá, e Jeoaquim sujeitou-se a ele por três anos, mas depois se rebelou.

2. Então o SENHOR enviou tropas dos babilônios, dos sírios, dos moabitas e dos amonitas contra Jeoaquim, e as enviou contra Judá, para o destruírem, conforme a palavra que o SENHOR havia falado por intermédio de seus servos, os profetas.

3. Na verdade, foi por ordem do SENHOR que isso aconteceu a Judá, para expulsá-lo da sua presença por causa de todos os pecados cometidos por Manassés,

4. bem como por causa do sangue inocente que ele derramou, pois encheu Jerusalém de sangue inocente; e por isso o SENHOR não quis perdoá-lo.

5. Os demais atos de Jeoaquim, tudo quanto realizou, estão escritos no livro das crônicas dos reis de Judá.

6. Jeoaquim descansou com seus pais. E Joaquim, seu filho, reinou em seu lugar.

7. O rei do Egito nunca mais saiu da sua terra, porque o rei de Babilônia havia conquistado todo o território do rei do Egito, desde o rio do Egito até o rio Eufrates.

8. Joaquim tinha dezoito anos quando começou a reinar, e reinou três meses em Jerusalém. Sua mãe se chamava Neusta, filha de Elnatã, de Jerusalém.

9. Ele fez o que era mau diante do SENHOR, conforme tudo o que seu pai havia feito.

10. Naquele tempo, os servos de Nabucodonosor, rei da Babilônia, atacaram Jerusalém, e a cidade foi sitiada.

11. Nabucodonosor, rei da Babilônia, chegou diante da cidade quando seus servos já a estavam sitiando.

12. Então Joaquim, rei de Judá, entregou-se ao rei da Babilônia, juntamente com sua mãe, seus servos, seus líderes e seus oficiais. No oitavo ano do seu reinado, o rei da Babilônia o levou preso.

13. Ele levou embora todos os tesouros do templo do SENHOR e os tesouros do palácio real, e destruiu todos os utensílios de ouro que Salomão, rei de Israel, havia feito no templo do SENHOR, como o SENHOR tinha dito.

14. E levou cativa toda a população de Jerusalém, como também todos os líderes e soldados, dez mil cativos, e todos os artífices e ferreiros; ninguém ficou, senão o povo pobre da terra.

15. Também levou Joaquim cativo para Babilônia; da mesma forma levou a mãe do rei, as mulheres do rei, seus oficiais e os poderosos da terra cativos de Jerusalém para Babilônia.

16. O rei da Babilônia também levou sete mil soldados e mil artífices e ferreiros cativos para Babilônia, todos eles valentes e capazes de guerrear.

17. O rei da Babilônia constituiu Matanias, tio paterno de Joaquim, rei em seu lugar e mudou seu nome para Zedequias.

18. Zedequias tinha vinte e um anos quando começou a reinar, e reinou onze anos em Jerusalém. Sua mãe se chamava Hamutal, filha de Jeremias, de Libna.

19. Ele fez o que era mau diante do SENHOR, conforme tudo quanto Jeoaquim havia feito.

20. Essas coisas aconteceram em Jerusalém e Judá por causa da ira do SENHOR, até que ele os expulsou da sua presença. Porém Zedequias se rebelou contra o rei de Babilônia.