1 Crônicas 12

1. Estes são os que foram a Davi em Ziclague, quando ele ainda fugia de Saul, filho de Quis. Eles estavam entre os guerreiros que o ajudaram na guerra.

2. Eles usavam tanto a mão direita como a esquerda para atirar pedras com fundas e disparar flechas com o arco. Eles eram benjamitas, parentes de Saul.

3. Aizer, o chefe, e Joás, filhos de Semaá, o gibeatita; Jeziel e Pelete, filhos de Azmavete; Beraca e Jeú, o anatotita;

4. Ismaías, o gibeonita, um dos guerreiros entre os trinta, e chefe deles; Jeremias, Jaaziel, Joanã e Jozabade, o gederatita;

5. Eluzai, Jerimote, Bealias, Semarias e Sefatias, o harufita;

6. Elcana, Issias, Azarel, Joezer e Jasobeão, os coraítas;

7. e Joela e Zebadias, filhos de Jeroão de Gedor.

8. Do povo de Gade, deram apoio a Davi, na fortaleza no deserto, guerreiros hábeis para a guerra, que sabiam manejar escudo e lança; o rosto deles era como o de um leão, e eles eram tão ágeis como corças sobre os montes.

9. Ézer era o chefe; Obadias, o segundo; Eliabe, o terceiro;

10. Mismana, o quarto; Jeremias, o quinto;

11. Atai, o sexto; Eliel, o sétimo;

12. Joanã, o oitavo; Elzabade, o nono;

13. Jeremias, o décimo; Macbanai, o décimo primeiro.

14. Esses, do povo de Gade, foram os capitães do exército; o menor valia por cem, e o maior, por mil.

15. Eles foram os que atravessaram o Jordão no primeiro mês, quando ele transbordava por todas as suas margens, e puseram em fuga todos os que moravam nos vales, ao oriente e ao ocidente.

16. Também vieram alguns do povo de Benjamim e de Judá a Davi, na fortaleza.

17. Davi saiu para encontrá-los e lhes disse: Se viestes a mim pacificamente para me ajudar, estou disposto a receber-vos. Mas se viestes para me entregar aos meus inimigos, sem que eu seja culpado de violência, que o Deus de nossos pais o veja e o repreenda.

18. Então o Espírito veio sobre Amasai, capitão dos trinta, que disse: Ó Davi, nós somos teus, e estamos contigo, ó filho de Jessé! Paz, paz contigo, e paz com quem te ajuda! Pois o teu Deus te ajuda. E Davi os recebeu e os fez capitães de tropas.

19. Alguns de Manassés também passaram a seguir Davi quando ele veio com os filisteus para lutar contra Saul. Mas eles não os ajudaram, pois os chefes dos filisteus, depois de buscarem conselho, mandaram-nos embora, dizendo: Às nossas custas ele passará para Saul, seu senhor.

20. Quando ele voltou a Ziclague, estes chefes de milhares de Manassés passaram a segui-lo: Adna, Jozabade, Jediael, Micael, Jozabade, Eliú e Ziletai.

21. Eles ajudaram Davi contra a tropa de saqueadores, pois todos eles eram guerreiros corajosos e capitães no exército.

22. Todos os dias chegavam soldados para ajudar Davi, até que se formou um grande exército, como o exército de Deus.

23. Estes são os números dos chefes armados para a guerra, que foram a Davi, em Hebrom, para transferir a ele o reino de Saul, conforme a palavra do SENHOR:

24. Do povo de Judá, seis mil e oitocentos armados para a guerra com escudo e lança.

25. Do povo de Simeão, sete mil e cem guerreiros prontos para a guerra.

26. Do povo de Levi, quatro mil e seiscentos;

27. Joiada, que era o chefe da família de Arão, com três mil e setecentos;

28. e Zadoque, apesar de jovem, um guerreiro com vinte e dois chefes da família de seu pai.

29. Do povo de Benjamim, irmãos de Saul, três mil, porque até então a maior parte deles se mantinha fiel à família de Saul.

30. Do povo de Efraim, vinte mil e oitocentos guerreiros, homens famosos na família de seus ancestrais.

31. Da meia-tribo de Manassés, dezoito mil, que foram convocados para proclamarem Davi rei.

32. Do povo de Issacar, duzentos de seus chefes, conhecedores dos tempos, para saberem o que Israel devia fazer, e todos os seus parentes sob suas ordens.

33. De Zebulom, cinquenta mil dos aptos para o serviço militar, arregimentados para a guerra com todas as armas de ataque, como também competentes e decididos para comandar a batalha.

34. De Naftali, mil capitães, com trinta e sete mil armados com escudo e lança.

35. Da tribo de Dã, vinte e oito mil e seiscentos, competentes para comandar a batalha.

36. De Aser, quarenta mil aptos para o serviço militar e para comandar a batalha.

37. Do outro lado do Jordão, dos rubenitas e gaditas, e da meia-tribo de Manassés, cento e vinte mil, trazendo todo tipo de arma de guerra.

38. Todos esses homens, que sabiam comandar a guerra, vieram a Hebrom decididos a constituir Davi rei sobre todo o Israel. Todo o restante do povo de Israel era unânime em constituir Davi rei.

39. Eles ficaram ali com Davi durante três dias, comendo e bebendo, pois seus parentes lhes tinham preparado as provisões.

40. Também os que moravam na vizinhança, e mesmo desde Issacar, Zebulom e Naftali, trouxeram sobre jumentos, camelos, mulas e bois: pão, provisões de farinha, pastas de figos e cachos de passas, vinho e azeite, bois e ovelhas; era muito suprimento, porque Israel estava em festa.