2 Crônicas 31

1. Depois que tudo isso terminou, todos os israelitas que estavam ali saíram às cidades de Judá e despedaçaram as colunas, cortaram os postes-ídolos e derrubaram os altares das colinas e os demais altares por todo Judá e Benjamim, como também em Efraim e Manassés, até os destruírem completamente. Depois, todos os israelitas voltaram para suas cidades, cada um para o seu território.

2. Ezequias estabeleceu os turnos dos sacerdotes e levitas, cada um segundo o seu serviço, tanto os sacerdotes como os levitas, para os sacrifícios e para as ofertas pacíficas, para ministrarem, renderem ações de graças e cantarem louvores nas portas do acampamento do SENHOR.

3. A contribuição dos bens pessoais do rei foi designada para os sacrifícios da manhã e da tarde, e para os sacrifícios dos sábados, das luas novas e das festas fixas, como está escrito na lei do SENHOR.

4. Além disso, ele ordenou ao povo que morava em Jerusalém que desse a porção pertencente aos sacerdotes e aos levitas, para que eles se dedicassem ao ensino da lei do SENHOR.

5. Logo que essa ordem se divulgou, os israelitas trouxeram com fartura as primícias do trigo, vinho, azeite, mel e todo produto do campo; também trouxeram fartamente o dízimo de tudo.

6. O povo de Israel e de Judá que habitava nas cidades de Judá também trouxe o dízimo de bois e de ovelhas e o dízimo das coisas dedicadas, consagradas ao SENHOR, seu Deus, e depositaram-nos em montões.

7. No terceiro mês, começaram a formar os montões, e no sétimo mês acabaram.

8. Quando Ezequias e os chefes viram aqueles montões, bendisseram o SENHOR e o seu povo Israel.

9. Então Ezequias perguntou aos sacerdotes e aos levitas acerca daqueles montões.

10. O sumo sacerdote Azarias, que pertencia à família de Zadoque, lhe respondeu: Desde que o povo começou a trazer as ofertas para o templo do SENHOR, tem havido o que comer e de que se fartar, e ainda nos tem sobrado bastante, porque o SENHOR abençoou o seu povo; e estes montões são as sobras.

11. Então Ezequias mandou preparar depósitos no templo do SENHOR; e assim o fizeram.

12. Ali recolheram fielmente as ofertas, os dízimos e as coisas dedicadas. O levita Conanias ficou encarregado disso, e seu irmão Simei era seu auxiliar.

13. Jeiel, Azazias, Naate, Asael, Jerimote, Jozabade, Eliel, Ismaquias, Maate e Benaia eram superintendentes, sob a direção de Conanias e seu irmão Simei, por determinação do rei Ezequias e de Azarias, o chefe do templo de Deus.

14. O levita Coré, filho de Imná e guarda da porta oriental, estava encarregado das ofertas voluntárias que se traziam a Deus, para distribuir as ofertas do SENHOR e as coisas santíssimas.

15. Éden, Miniamim, Jesuá, Semaías, Amarias e Secanias eram seus subordinados nas cidades dos sacerdotes para distribuírem fielmente a seus parentes, jovens e idosos, de acordo com os seus turnos,

16. exceto os que estavam contados pelas genealogias, homens de três anos para cima, todos os que entravam no templo do SENHOR para o seu serviço diário nos seus cargos, de acordo com seus turnos.

17. O registro dos sacerdotes era feito de acordo com suas famílias; e o dos levitas de vinte anos para cima era feito de acordo com seus cargos nos respectivos turnos.

18. Os sacerdotes eram arrolados com todos os seus: pequeninos, mulheres, filhos e filhas, por toda a comunidade, porque eles se dedicavam fielmente às coisas consagradas.

19. Dentre os sacerdotes, descendentes de Arão, que viviam nos campos ao redor de suas cidades, foram designados homens nominalmente, em cada cidade, para distribuírem porções a todo homem entre os sacerdotes e a todos os registrados entre os levitas.

20. Ezequias fez isso em todo o Judá; e fez o que era bom, correto e fiel diante do SENHOR, seu Deus.

21. Toda a obra que realizou no serviço do templo de Deus, e de acordo com a lei e os mandamentos, para buscar a seu Deus, ele a fez de todo o coração e foi bem-sucedido.