Esdras 3

1. Quando chegou o sétimo mês e os israelitas já estavam nas suas cidades, o povo se reuniu em Jerusalém como um só homem.

2. Então Jesua, filho de Jozadaque, com seus irmãos, os sacerdotes, e Zorobabel, filho de Sealtiel, e seus irmãos, se dispuseram e construíram o altar do Deus de Israel, para oferecerem sobre ele holocaustos, como está escrito na lei de Moisés, homem de Deus.

3. Apesar do medo que tinham dos povos ao redor, colocaram o altar sobre a sua base e nele ofereceram holocaustos ao SENHOR, pela manhã e também à tarde.

4. Depois celebraram a festa dos tabernáculos, conforme o que está escrito, e ofereceram holocaustos diários segundo o número determinado para cada dia,

5. e em seguida os holocaustos regulares, os da lua nova e de todas as festas fixas do SENHOR, como também os que eram trazidos como ofertas voluntárias ao SENHOR.

6. Desde o primeiro dia do sétimo mês, começaram a oferecer holocaustos ao SENHOR, embora ainda não tivessem sido lançados os alicerces do templo do SENHOR.

7. Então deram dinheiro aos pedreiros e aos carpinteiros; também deram comida, bebida e azeite aos de Sidom e de Tiro, para trazerem madeira de cedro do Líbano a Jope, pelo mar, de acordo com a autorização de Ciro, rei da Pérsia.

8. No segundo mês do segundo ano, depois de virem ao templo de Deus em Jerusalém, Zorobabel, filho de Sealtiel, e Jesua, filho de Jozadaque, e os seus outros irmãos, os sacerdotes e os levitas, e todos os que vieram do cativeiro para Jerusalém começaram a construção e designaram os levitas de mais de vinte anos para supervisionarem a construção do templo do SENHOR.

9. Então Jesua com seus filhos e seus irmãos, Cadmiel e seus filhos, os descendentes de Hodavias, e os filhos de Henadade e seus filhos e irmãos, todos levitas, se uniram para supervisionar os que faziam a construção do templo de Deus.

10. Quando os construtores lançaram os alicerces do templo do SENHOR, os sacerdotes, trajando suas vestes, apresentaram-se com trombetas, e os levitas, filhos de Asafe, com címbalos, para louvarem o SENHOR, segundo o que tinha sido prescrito por Davi, rei de Israel.

11. E cantavam responsivamente, louvando o SENHOR e dando-lhe graças com estas palavras: Ele é bom e o seu amor por Israel dura para sempre. E todo o povo louvou o SENHOR em alta voz, porque tinham sido lançados os alicerces do templo do SENHOR.

12. Mas muitos dos sacerdotes, dos levitas e chefes de famílias mais idosos que tinham visto o primeiro templo choraram bem alto quando viram o lançamento do fundamento deste templo. Muitos também gritaram de júbilo.

13. Assim, não se podiam distinguir as vozes do júbilo das vozes do choro do povo, pois os gritos do povo eram muito fortes e o som se ouvia de longe.