Esdras 7

1. Depois dessas coisas, no reinado de Artaxerxes, rei da Pérsia, viveu um homem chamado Esdras, que era filho de Seraías, filho de Azarias, filho de Hilquias,

2. filho de Salum, filho de Zadoque, filho de Aitube,

3. filho de Amarias, filho de Azarias, filho de Meraiote,

4. filho de Zeraías, filho de Uzi, filho de Buqui,

5. filho de Abisua, filho de Fineias, filho de Eleazar, filho do sumo sacerdote Arão.

6. Este Esdras veio da Babilônia. Ele era escriba hábil na Lei de Moisés dada pelo SENHOR, Deus de Israel. O rei deu-lhe tudo quanto pedira, pois a mão do SENHOR, seu Deus, estava sobre ele.

7. Alguns israelitas, entre eles sacerdotes, levitas, cantores, porteiros e servidores do templo, também foram para Jerusalém no sétimo ano do reinado de Artaxerxes.

8. No quinto mês do sétimo ano deste rei, Esdras chegou a Jerusalém.

9. Ele partiu da Babilônia no primeiro dia do primeiro mês e chegou a Jerusalém no primeiro dia do quinto mês, graças à boa mão do seu Deus que estava sobre ele.

10. Porque Esdras tinha-se disposto no coração a estudar a Lei do SENHOR e a praticá-la, e a ensinar em Israel os seus estatutos e normas.

11. Esta é a cópia da carta que o rei Artaxerxes deu ao sacerdote Esdras, o escriba instruído nas palavras dos mandamentos e dos decretos do SENHOR para Israel:

12. Artaxerxes, rei dos reis, ao sacerdote Esdras, escriba da Lei do Deus do céu: Saudações.

13. Eu decreto que todo israelita, inclusive sacerdotes e levitas, que quiser ir a Jerusalém, poderá ir contigo.

14. Pois tu és enviado da parte do rei e dos seus sete conselheiros para investigares em Judá e em Jerusalém a respeito da Lei do teu Deus que está nas tuas mãos.

15. Também irás levar a prata e o ouro que o rei e os seus conselheiros deram voluntariamente ao Deus de Israel, cuja habitação está em Jerusalém,

16. além de toda a prata e o ouro que receberes em toda a província da Babilônia e também as ofertas que o povo e os sacerdotes derem voluntariamente para o templo do seu Deus em Jerusalém.

17. Com esse dinheiro, terás o cuidado de comprar touros, carneiros e cordeiros e o que for necessário para as ofertas de cereais e de bebida; e os oferecerás sobre o altar do templo do vosso Deus em Jerusalém.

18. Podereis fazer o que parecer melhor a ti e a teus irmãos com o restante da prata e do ouro, de acordo com a vontade do vosso Deus.

19. E entrega ao Deus de Jerusalém os utensílios que te foram dados para o serviço da casa do teu Deus.

20. E tudo o mais que for necessário para o templo do teu Deus, e o que achares conveniente, tu o pagarás do tesouro do rei.

21. E eu, o rei Artaxerxes, decreto a todos os tesoureiros que estão no território a oeste do Eufrates, que tudo quanto o sacerdote Esdras, o escriba da Lei do Deus do céu, solicitar a vós lhe seja entregue prontamente,

22. até cem talentos de prata, cem coros de trigo, cem batos de vinho, cem batos de azeite e sal à vontade.

23. Tudo que for ordenado pelo Deus do céu seja feito prontamente para o templo do Deus do céu, para que não venha a ira sobre o império do rei e de seus descendentes.

24. Também vos notificamos que não é permitido cobrar impostos, tributos ou taxas de nenhum dos sacerdotes, levitas, cantores, porteiros, servidores do templo e de outros que trabalham nesse templo.

25. E tu, Esdras, com a sabedoria que o teu Deus te deu, nomeie magistrados e juízes que julguem todo o povo que está no território a oeste do Eufrates, a todos os que conhecem as leis do teu Deus. E ensina-as aos que não as conhecem.

26. E todo aquele que não obedecer à Lei do teu Deus e à lei do rei, que seja castigado ou com a morte, ou com o exílio, ou com o confisco dos bens, ou com a prisão.

27. Bendito seja o SENHOR, Deus de nossos pais, que pôs no coração do rei este desejo de glorificar a casa do SENHOR em Jerusalém

28. e que estendeu sobre mim a sua bondade perante o rei e os seus conselheiros e perante todos os príncipes poderosos do rei. Assim, visto que a mão do SENHOR, meu Deus, estava sobre mim, encorajei-me e reuni alguns dos principais israelitas para irem comigo.