Salmos 5

1. Ó SENHOR, dá ouvidos às minhas palavras; atende aos meus gemidos.

2. Rei meu e Deus meu, atende à voz do meu clamor, pois a ti suplico.

3. Ó SENHOR, de manhã ouves minha voz; de manhã te apresento minha oração e fico aguardando.

4. Porque tu não és um Deus que tenha prazer na injustiça, nem o mal habita contigo.

5. Os arrogantes não permanecerão na tua presença; detestas todos os que praticam a maldade.

6. Destróis os que proferem mentiras; o SENHOR repudia o assassino e o fraudulento.

7. Mas eu, pela grandeza do teu amor, entrarei em tua casa; e em temor me inclinarei para o teu santo templo.

8. SENHOR, guia-me na tua justiça, por causa dos meus inimigos; aplana teu caminho diante de mim.

9. Porque não há sinceridade nos lábios deles; no íntimo só pensam em destruição, a garganta deles é um túmulo aberto; com a língua criam inimizades.

10. Ó Deus, condena-os; que eles caiam por suas próprias tramas; expulsa-os por causa de suas muitas transgressões, pois revoltaram-se contra ti.

11. Mas alegrem-se todos os que confiam em ti! Regozijem-se para sempre, porque tu os defendes! Sim, gloriem-se em ti os que amam o teu nome.

12. Pois tu, SENHOR, abençoas o justo; com o teu favor tu o proteges como um escudo.