Salmos 56

1. Ó Deus, compadece-te de mim, pois há homens que me pressionam e oprimem, atacando-me o dia todo.

2. Meus inimigos me pressionam o dia todo, pois são muitos os que me atacam com arrogância.

3. Mas quando eu estiver com medo, confiarei em ti.

4. Em Deus, cuja palavra eu louvo, em Deus ponho a minha confiança e não terei medo. Que poderá fazer o mortal?

5. Todos os dias torcem minhas palavras; só inventam maldade contra mim.

6. Ajuntam-se, escondem-se, espiam meus passos, como se estivessem aguardando a minha morte.

7. Deixarás que eles escapem da sua culpa? Ó Deus, derruba os povos na tua ira!

8. Tu contas minhas aflições; põe minhas lágrimas no teu odre; não estão elas registradas no teu livro?

9. No dia em que eu te invocar meus inimigos retrocederão; estou certo de que Deus está comigo.

10. Em Deus, cuja palavra eu louvo, no SENHOR, cuja palavra eu louvo,

11. em Deus ponho minha confiança, e não terei medo. Que poderá fazer o mortal?

12. Ó Deus, cumprirei os votos que fiz; eu te oferecerei ações de graças;

13. pois livraste minha vida da morte e meus pés de tropeçar, para que eu ande diante de Deus na luz da vida.