Salmos 72

1. Ó Deus, dá teus juízos ao rei, e ao filho do rei, tua justiça,

2. para que ele julgue teu povo com justiça, e teus pobres com equidade.

3. Que as montanhas, assim como os montes, tragam ao povo prosperidade com justiça.

4. Que ele julgue os aflitos do povo, salve os filhos do necessitado e esmague o opressor.

5. Viva ele enquanto existir o sol, e enquanto durar a lua, por todas as gerações.

6. Desça como a chuva sobre a planície, como os aguaceiros que regam a terra.

7. Que a justiça floresça nos seus dias, e haja plena paz enquanto durar a lua.

8. Governe ele de mar a mar, e desde o rio até as extremidades da terra.

9. Inclinem-se diante dele seus adversários, e seus inimigos lambam o pó.

10. Paguem-lhe tributo os reis de Társis e das ilhas; os reis de Sabá e de Seba ofereçam-lhe presentes.

11. Todos os reis se prostrem perante ele; todas as nações o sirvam.

12. Porque ele livra o necessitado que clama, e também o aflito e o que não tem quem o ajude.

13. Ele se compadece do pobre e do necessitado; salva a vida dos que estão em necessidade.

14. Ele os liberta da opressão e da violência; a vida deles é preciosa aos seus olhos.

15. Tenha ele vida longa e receba ouro de Sabá; que se interceda por ele continuamente em oração, e o bendigam em todo o tempo.

16. Haja fartura de cereal na terra que ondule até o topo dos montes; seja o seu fruto como o Líbano, e floresçam habitantes nas cidades como a relva da terra.

17. Que seu nome permaneça eternamente, e sua fama continue enquanto o sol durar; nele sejam abençoados os homens; todas as nações o chamem bem-aventurado.

18. Bendito seja o SENHOR Deus, o Deus de Israel, o único que faz maravilhas.

19. Bendito seja para sempre seu nome glorioso, e toda a terra encha-se da sua glória. Amém e amém.

20. Terminam aqui as orações de Davi, filho de Jessé.