Salmos 79

1. Ó Deus, as nações invadiram tua herança; profanaram teu santo templo; deixaram Jerusalém em ruínas.

2. Entregaram os cadáveres dos teus servos como alimento às aves dos céus, e a carne dos teus santos, aos animais da terra.

3. Derramaram o sangue deles como água ao redor de Jerusalém, e não houve quem os sepultasse.

4. Somos alvo de desprezo dos nossos vizinhos, objeto de chacota e de zombaria dos que estão ao nosso redor.

5. Até quando, SENHOR? Ficarás irado para sempre? Arderá teu ciúme como fogo?

6. Derrama teu furor sobre as nações que não te conhecem e sobre os reinos que não invocam teu nome;

7. porque eles devoraram Jacó e assolaram sua morada.

8. Não cobres de nós os pecados de nossos ancestrais; que a tua compaixão venha depressa ao nosso encontro, pois estamos muito abatidos.

9. Ó Deus da nossa salvação, ajuda-nos pela glória do teu nome; livra-nos e perdoa nossos pecados, por amor do teu nome.

10. Por que diriam as nações: Onde está o Deus deles? Perante nossa vista, mostra às nações a vingança do sangue derramado dos teus servos.

11. Chegue à tua presença o gemido dos presos; segundo a grandeza do teu braço, preserva os condenados à morte.

12. Senhor, retribui aos nossos vizinhos sete vezes a ofensa que fizeram a ti.

13. Assim nós, teu povo, ovelhas de teu pasto, te louvaremos eternamente; proclamaremos teus louvores através das gerações.