Cântico dos Cânticos 3

1. De noite, em meu leito, procurei aquele a quem o meu coração ama; procurei-o, mas não o achei.

2. Eu vou me levantar e percorrer a cidade; pelas ruas e pelas praças buscarei aquele a quem o meu coração ama. Eu o procurei, mas não o achei.

3. Encontraram-me os guardas quando faziam a ronda pela cidade; eu lhes perguntei: Por acaso vistes aquele que eu amo?

4. Mal tinha passado por eles, quando achei aquele a quem o meu coração ama. Eu o segurei e não o deixei ir, até que o levei para a casa de minha mãe, para o quarto daquela que me concebeu.

5. Ó filhas de Jerusalém, eu vos faço jurar pelas gazelas e corças do campo, que não acordeis, nem provoqueis o amor, até que ele o queira.

6. O que vem subindo do deserto, como colunas de fumaça, perfumado de mirra, de incenso e de todo tipo de aromas das especiarias dos mercadores?

7. Vede! É a liteira de Salomão, escoltada por sessenta guerreiros, dos mais valentes de Israel,

8. todos armados de espadas, experientes na guerra, cada um com a sua espada, preparado para enfrentar os pavores noturnos.

9. O rei Salomão fez para si uma liteira com madeira do Líbano.

10. As colunas, fez de prata, o estrado, de ouro, as almofadas, forradas de púrpura e o interior foi cuidadosamente revestido pelas filhas de Jerusalém.

11. Ó filhas de Sião! Saí e vinde ver o rei Salomão! Está com a coroa com que sua mãe o coroou no dia do seu casamento, no dia da alegria do seu coração.