Isaías 15

1. Mensagem acerca de Moabe. Ar, em Moabe, ficou em ruínas na mesma noite em que foi destruída. Quir, em Moabe, ficou em ruínas na mesma noite em que foi destruída.

2. A filha de Dibom subiu aos altares para chorar. Moabe pranteia por Nebo e por Medeba; todas as cabeças estão calvas e toda barba foi rapada.

3. Nas suas ruas vestem-se de saco; todos andam pranteando nos seus terraços e nas suas praças; e choram sem parar.

4. Tanto Hesbom como Eleale andam gritando; até em Jaaz se ouve a sua voz. Por isso os guerreiros de Moabe clamam e ficam profundamente perturbados.

5. O meu coração clama por Moabe. Os seus nobres fogem para Zoar, como uma novilha de três anos. Vão chorando pela encosta de Luíte; gritam no caminho de Horonaim por causa da destruição.

6. As águas de Ninrim secaram; secou-se a pastagem e o capim morreu; já não há mais verde.

7. Por isso, levam a riqueza que ajuntaram e os bens que acumularam para além do ribeiro dos salgueiros.

8. Pois o pranto já atinge as fronteiras de Moabe; o seu clamor chegou até Eglaim, e o seu gemido, até Beer-Elim.

9. As águas de Dimom estão cheias de sangue; e ainda acrescentarei isto a Dimom: um leão contra os que escaparem de Moabe e contra o restante que ficou na terra.