Isaías 43

1. Mas agora, assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te salvei. Chamei-te pelo teu nome; tu és meu.

2. Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando passares pelos rios, eles não te farão submergir; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.

3. Porque eu sou o SENHOR, teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador. Dei o Egito para te resgatar; a Etiópia e Seba em teu lugar.

4. Visto que és precioso aos meus olhos e digno de honra, e porque eu te amo, darei pessoas por ti e os povos pela tua vida.

5. Não temas, porque eu sou contigo. Trarei a tua descendência desde o oriente e te ajuntarei desde o ocidente.

6. Direi ao norte: Dá; e ao sul: Não retenhas. Trazei meus filhos de longe, e minhas filhas, das extremidades da terra;

7. todo que é chamado pelo meu nome, que criei para minha glória e que formei e fiz.

8. Fazei sair o povo que tem olhos, mas é cego; e os surdos que têm ouvidos.

9. Todas as nações se ajuntam, e os povos se reúnem. Quem dentre eles pode anunciar isso e mostrar-nos coisas já passadas? Apresentem as suas testemunhas para que se justifiquem, e para que se ouça e se diga: É verdade.

10. Vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR, e o meu servo, a quem escolhi, para que o saibais, creiais em mim e entendais que eu sou o mesmo. Antes de mim nenhum Deus se formou, e nenhum haverá depois de mim.

11. Eu, eu sou o SENHOR, e além de mim não há salvador.

12. Eu anunciei, salvei e mostrei; não foi um deus estrangeiro entre vós que o fez. Portanto, sois minhas testemunhas de que eu sou Deus, diz o SENHOR.

13. Desde toda a eternidade, eu o sou; e não há ninguém que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem impedirá?

14. Assim diz o SENHOR, vosso Redentor, o Santo de Israel: Por amor de vós, enviarei inimigos contra a Babilônia e farei embarcar todos os fugitivos babilônios nos navios de que se orgulhavam.

15. Eu sou o SENHOR, vosso Santo, o Criador de Israel, vosso Rei.

16. Assim diz o SENHOR, que preparou um caminho no mar e uma vereda nas águas impetuosas;

17. o que faz sair o carro e o cavalo, o exército e a força; eles juntamente se deitam e jamais se levantarão; estão extintos, apagados como um pavio.

18. Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas.

19. Eu faço uma coisa nova, que já está para acontecer. Não percebestes ainda? Porei um caminho no deserto e rios no ermo.

20. Os animais do campo me honrarão, os chacais e os avestruzes, porque porei águas no deserto e rios no ermo para dar de beber ao meu povo, ao meu escolhido;

21. povo que formei para mim, para que proclamasse o meu louvor.

22. Contudo, não me invocaste, ó Jacó, mas te cansaste de mim, ó Israel.

23. Não me trouxeste holocaustos de gado ovino ou caprino, nem me honraste com os teus sacrifícios. Não te exigi ofertas, nem te cansei com exigências de incenso.

24. Não gastaste prata para comprar-me cana aromática, nem me satisfizeste com a gordura dos teus sacrifícios. Mas me deste trabalho com os teus pecados e me cansaste com as tuas maldades.

25. Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e não me lembro dos teus pecados.

26. Relembra-me; vamos juntos a julgamento; apresenta as tuas razões, para que possas te justificar!

27. Teu primeiro pai pecou, e os teus guias se rebelaram contra mim.

28. Por isso profanei os chefes do santuário, e entreguei Jacó à destruição, e Israel, à vergonha.