Jeremias 40

1. Esta é a palavra que veio a Jeremias da parte do SENHOR, depois que Nebuzaradã, capitão da guarda, o libertou em Ramá. Ele o havia levado, quando Jeremias estava acorrentado no meio de todos os cativos de Jerusalém e de Judá, que estavam sendo conduzidos para o exílio na Babilônia.

2. O capitão da guarda levou Jeremias e lhe disse: O SENHOR, teu Deus, pronunciou esta catástrofe contra este lugar;

3. e o SENHOR a cumpriu e fez como tinha dito. Portanto, tudo isso vos aconteceu porque pecastes contra o SENHOR e não obedecestes à sua voz.

4. Hoje te libertarei das correntes que prendem tuas mãos. Se quiseres vir comigo para a Babilônia, eu cuidarei de ti; mas, se não quiseres vir comigo para a Babilônia, não venhas. Olha, toda a terra está diante de ti; vai para onde te parecer bem e conveniente.

5. Se assim quiseres, volta a Gedalias, filho de Aicam, filho de Safã, a quem o rei da Babilônia constituiu governador das cidades de Judá, e habita com ele no meio do povo; ou vai para qualquer outra parte que quiseres. Então o capitão da guarda deu-lhe ajuda para a viagem e um presente, e o deixou ir.

6. Assim, Jeremias foi até Gedalias, filho de Aicam, em Mispá, e permaneceu com ele entre o povo que havia ficado na terra.

7. Quando os chefes das forças que estavam no campo e os seus homens souberam que o rei da Babilônia havia estabelecido Gedalias, filho de Aicam, como governador da terra, e que lhe havia confiado homens, mulheres e crianças, os mais pobres da terra, que não haviam sido levados cativos para a Babilônia,

8. foram encontrar-se com Gedalias em Mispá. Eram eles: Ismael, filho de Netanias; Joanã e Jônatas, filhos de Careá; Seraías, filho de Tanumete; os filhos de Efai, o netofatita; e Jazanias, filho do maacatita, todos eles e os seus homens.

9. Gedalias, filho de Aicam, filho de Safã, jurou a eles e aos seus homens: Não tenhais medo de vos sujeitar aos babilônios. Habitai na terra e submetei-vos ao rei da Babilônia, e assim sereis bem-sucedidos.

10. Mas eu continuarei morando em Mispá, para vos representar diante dos babilônios que vierem a nós. Vós, porém, colhei as uvas para fazer vinho, e as frutas de verão, e o azeite. Armazenai tudo isso nos vossos jarros e habitai nas cidades que ocupastes.

11. Do mesmo modo, quando todos os judeus que estavam em Moabe, e entre os amonitas, e em Edom, e os que se encontravam em todos os países souberam que o rei da Babilônia havia deixado um remanescente em Judá e posto sobre eles Gedalias, filho de Aicam, filho de Safã,

12. todos os judeus de todos os lugares para onde foram lançados voltaram para a terra de Judá, até Gedalias em Mispá, e colheram grande quantidade de uvas para o vinho e frutas de verão.

13. Joanã, filho de Careá, e todos os chefes das forças que estavam no campo foram encontrar-se com Gedalias, em Mispá,

14. e disseram-lhe: Tu sabes que Baalis, rei dos amonitas, enviou Ismael, filho de Netanias, para tirar-te a vida? Mas Gedalias, filho de Aicam, não acreditou neles.

15. Todavia, Joanã, filho de Careá, falou a Gedalias em segredo, em Mispá: Peço-te que me deixes ir e matar Ismael, filho de Netanias, sem que ninguém o saiba. Por que razão ele te tiraria a vida, de modo que fossem dispersos todos os judeus que se juntaram a ti e fosse destruído o remanescente de Judá?

16. Mas Gedalias, filho de Aicam, disse a Joanã, filho de Careá: Não faças tal coisa, pois não falas a verdade sobre Ismael.