Oséias 4

1. Israelitas, ouvi a palavra do SENHOR; pois o SENHOR tem uma acusação contra os habitantes da terra; porque não há verdade, nem bondade, nem conhecimento de Deus na terra.

2. Só prevalecem maldição, mentira, assassinato, furto e adultério; há violências e homicídios sobre homicídios.

3. Por isso a terra se lamenta, e todos os seus habitantes desfalecem, juntamente com os animais do campo e com as aves do céu, e até os peixes do mar morrem.

4. Entretanto, que ninguém venha a contender e que ninguém repreenda; pois a minha contenda é contigo, ó sacerdote.

5. Por isso tropeçarás de dia, e o profeta tropeçará contigo de noite; e eu destruirei a tua mãe.

6. O meu povo está sendo destruído porque lhe falta conhecimento. Porque rejeitaste o conhecimento, eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, eu me esquecerei de teus filhos.

7. Quanto mais eles se multiplicaram, mais pecaram contra mim; mudarei a sua honra em vergonha.

8. Eles se alimentam do pecado do meu povo e de coração desejam que eles pratiquem o mal.

9. Por isso, o sacerdote terá o mesmo tratamento do povo; eu o castigarei conforme os seus atos e lhe darei a recompensa das suas obras.

10. Comerão, mas não se fartarão; eles se entregarão à prostituição, mas não se multiplicarão; porque abandonaram o SENHOR para se entregar

11. à prostituição, ao vinho velho e ao novo, que tiram o entendimento do meu povo.

12. O meu povo consulta seu ídolo de madeira, e sua vara lhe dá respostas, porque o espírito de prostituição os enganou; e eles, prostituindo-se, abandonam o seu Deus.

13. Sacrificam no topo dos montes e queimam incenso sobre as colinas, debaixo do carvalho, do álamo e do terebinto, porque a sua sombra é boa; por isso vossas filhas se prostituem e vossas noras adulteram.

14. Não castigarei vossas filhas, quando se prostituirem, nem vossas noras, quando adulterarem; porque os homens se desviam indo atrás de prostitutas e sacrificam com as meretrizes. O povo que não tem entendimento será arruinado.

15. Ó Israel, ainda que queiras te prostituir, não se faça Judá culpado; não venhais a Gilgal e não subais a Bete-Áven, nem jureis, dizendo: Vive o SENHOR.

16. Porque Israel se rebelou como novilha desgarrada; agora o SENHOR cuidará deles como se fossem um cordeiro num lugar espaçoso.

17. Efraim está entregue aos ídolos; deixa-o.

18. Quando eles acabam de beber, entregam-se a orgias; certamente os seus chefes amam a vergonha.

19. Um vento os arrastou, e eles se envergonharão por causa dos seus sacrifícios.