Joel 1

1. Esta é a palavra do SENHOR, que veio a Joel, filho de Petuel.

2. Anciãos, ouvi isto, e todos os moradores da terra, escutai: Já aconteceu isto em vossos dias, ou nos dias de vossos pais?

3. Contai isto a vossos filhos, e vossos filhos o transmitam a seus filhos, e os filhos destes à geração seguinte.

4. O que o gafanhoto cortador deixou, o gafanhoto migrador comeu; e o que o gafanhoto migrador deixou, o gafanhoto assolador comeu; e o que o gafanhoto assolador deixou, o gafanhoto destruidor comeu.

5. Bêbados, despertai e chorai; todos os que bebeis vinho, gemei por causa do vinho novo, pois foi tirado da vossa boca.

6. Porque uma nação poderosa e inumerável invadiu a minha terra; seus dentes são dentes de leão, e tem presas de uma leoa.

7. Ela arrasou minha videira e arruinou minha figueira; descascou-a e a derrubou; deixou seus galhos embranquecidos.

8. Lamenta pelo marido da sua juventude, à semelhança da virgem vestida de pano de saco.

9. As ofertas de cereais e a oferta de libação foram eliminadas do templo do SENHOR; os sacerdotes, ministros do SENHOR, estão de luto.

10. O campo está assolado e a terra chora, pois o trigo está destruído, o vinho novo acabou, o azeite está em falta.

11. Envergonhai-vos, lavradores, chorai, viticultores, sobre o trigo e a cevada; porque a colheita do campo foi destruída.

12. A videira secou, a figueira murchou; e a romãzeira, a palmeira e a macieira com todas as árvores do campo secaram. A alegria dos homens se abateu!

13. Ó sacerdotes, vesti-vos de pano de saco e lamentai; chorai, ministros do altar; entrai e passai a noite vestidos de pano de saco, ministros do meu Deus; porque a oferta de cereais e a oferta de libação foram eliminadas do templo do vosso Deus.

14. Decretai um jejum, convocai uma assembleia solene, reuni os anciãos e todos os moradores da terra no templo do SENHOR, vosso Deus, e clamai ao SENHOR.

15. Ah! Que dia! O dia do SENHOR está perto, e vem como força destruidora da parte do Todo-poderoso.

16. Por acaso o mantimento não foi cortado diante de nossos olhos? A alegria e o regozijo não foram cortados do templo do nosso Deus?

17. A semente está murcha sob seus torrões; os celeiros estão derrubados, os armazéns, arruinados, pois o cereal se perdeu.

18. Como muge o gado! Os rebanhos de vacas estão confusos, pois não têm pasto; os rebanhos de ovelhas também estão perecendo.

19. Ó SENHOR, clamo a ti, porque o fogo destruiu as pastagens secas, e as chamas queimaram todas as árvores do campo.

20. Até os animais do campo suspiram por ti, porque as correntes de água secaram, e o fogo destruiu as pastagens secas.