Números 32

1. Os homens de Rúben e de Gade possuíam muito gado. Quando viram a terra de Jazer e de Gileade e perceberam que a região era adequada para o gado,

2. dirigiram-se a Moisés, ao sacerdote Eleazar e aos líderes da comunidade e lhes falaram:

3. Atarote, Dibom, Jazer, Ninra, Hesbom, Eleale, Sebã, Nebo e Beom,

4. a terra que o SENHOR conquistou à frente da comunidade de Israel é terra para gado, e os teus servos têm gado.

5. E acrescentaram: Se encontramos favor aos teus olhos, que esta terra seja dada como propriedade aos teus servos, e não nos faças atravessar o Jordão.

6. Moisés respondeu aos homens de Gade e de Rúben: Ficareis sentados aqui enquanto vossos irmãos vão à guerra?

7. Por que desanimais o coração dos israelitas, para que não entrem na terra que o SENHOR lhes deu?

8. Assim fizeram vossos pais, quando os enviei de Cades-Barneia para ver a terra.

9. Quando eles subiram até o vale de Escol e viram a terra, desanimaram o coração dos israelitas, para que não entrassem na terra que o SENHOR lhes tinha dado.

10. Então a ira do SENHOR se acendeu naquele mesmo dia, e ele jurou, dizendo:

11. Certamente, os homens que saíram do Egito, de vinte anos para cima, não verão a terra que prometi com juramento a Abraão, a Isaque e a Jacó! Porque não perseveraram em seguir-me;

12. exceto Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, e Josué, filho de Num, pois perseveraram em seguir o SENHOR.

13. Assim, a ira do SENHOR se acendeu contra Israel, e ele os fez andar errantes pelo deserto durante quarenta anos, até desaparecer toda aquela geração que havia feito o mal aos olhos do SENHOR.

14. E agora vós, uma geração de pecadores, vos levantastes em lugar de vossos pais para fazer aumentar ainda mais o furor da ira do SENHOR contra Israel.

15. Se deixardes de segui-lo, ele também tornará a deixá-los no deserto; assim destruireis todo este povo.

16. Então eles se aproximaram dele e disseram: Construiremos aqui currais para o nosso gado, e cidades para os nossos filhos;

17. nós, porém, nos armaremos, e iremos depressa à frente dos israelitas, até os levarmos ao seu lugar; e os nossos filhos ficarão nas cidades fortificadas, por causa dos habitantes da terra.

18. Não voltaremos para nossas casas até que cada israelita esteja de posse da sua herança.

19. Porque não herdaremos com eles do outro lado do Jordão, nem mais adiante, visto que já possuímos a nossa herança deste lado do Jordão, ao oriente.

20. Então Moisés lhes respondeu: Se fizerdes isso, se vos armardes para a guerra diante do SENHOR,

21. e cada um de vós atravessar armado o Jordão diante do SENHOR, até que ele tenha expulsado os seus inimigos de diante dele,

22. e a terra esteja subjugada diante do SENHOR, então, sim, voltareis e estareis sem culpa diante do SENHOR e de Israel; e esta terra será vossa propriedade diante do SENHOR.

23. Mas, se não fizerdes isso, estareis pecando contra o SENHOR; e estai certos de que o vosso pecado vos atingirá.

24. Edificai cidades para vossos filhos e currais para vossas ovelhas; e cumpri o que dissestes.

25. Então os homens de Gade e de Rúben disseram a Moisés: Teus servos farão como meu senhor ordena.

26. Nossos filhos, nossas mulheres, nossos rebanhos e todo o nosso gado ficarão nas cidades de Gileade;

27. mas os teus servos passarão, todos armados para a guerra, para guerrear diante do SENHOR, como diz o meu senhor.

28. Então Moisés deu ordem a respeito deles ao sacerdote Eleazar, e a Josué, filho de Num, e aos líderes das casas paternas nas tribos dos israelitas;

29. e disse-lhes: Se os homens de Gade e de Rúben atravessarem convosco o Jordão, todos armados para a guerra diante do SENHOR, e a terra for subjugada diante de vós, então lhes dareis como propriedade a terra de Gileade.

30. Porém, se não passarem armados convosco, terão propriedade entre vós na terra de Canaã.

31. Os homens de Gade e de Rúben responderam: Faremos assim como o SENHOR disse a teus servos.

32. Passaremos armados diante do SENHOR para a terra de Canaã e teremos a posse de nossa herança deste lado do Jordão.

33. Assim, Moisés deu aos homens de Gade e de Rúben, e à meia-tribo de Manassés, filho de José, o reino de Siom, rei dos amorreus, e o reino de Ogue, rei de Basã: a terra com suas cidades e os respectivos territórios ao redor.

34. Os homens de Gade reconstruíram Dibom, Atarote, Aroer,

35. Atarote-Sofã, Jazer, Jogbeá,

36. Bete-Ninra e Bete-Harã, cidades fortificadas; e construíram também currais de ovelhas.

37. E os homens de Rúben reconstruíram Hesbom, Eleale e Quiriataim;

38. e Nebo e Baal-Meom (mudando seus nomes), e Sibma. E deram outros nomes às cidades que reconstruíram.

39. E os descendentes de Maquir, filho de Manassés, foram a Gileade e a tomaram, expulsando os amorreus que estavam lá.

40. Moisés deu a terra de Gileade a Maquir, filho de Manassés, que habitou ali.

41. E Jair, filho de Manassés, conquistou os povoados da região e os chamou de Havote-Jair.

42. Nobá também conquistou Quenate com seus povoados e a chamou Nobá, segundo seu nome.