2 Coríntios 8

1. Irmãos, quero que saibais como a graça de Deus foi concedida às igrejas da Macedônia,

2. pois a intensidade da alegria e a extrema pobreza deles transbordaram em riqueza de generosidade, e isso em dura prova de tribulação.

3. Porque posso dar testemunho de que deram de livre vontade na medida dos seus bens, e até mesmo acima disso,

4. pedindo-nos, com muita insistência, o privilégio de participar da assistência em favor dos santos.

5. E não somente fizeram o que esperávamos, mas primeiramente deram a si mesmos ao Senhor, e a nós pela vontade de Deus.

6. De modo que pedimos a Tito que, assim como já havia começado, também completasse entre vós essa expressão de bondade.

7. Portanto, assim como tendes transbordado em tudo, em fé, em palavra, em conhecimento, em toda a preocupação e no amor que temos despertado em vós, vede que também transbordeis nessa expressão de bondade.

8. Não digo isso como quem dá ordens, mas para provar a sinceridade de vosso amor, mediante a comparação com a dedicação de outros.

9. Pois conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, tornou-se pobre por vossa causa, para que fôsseis enriquecidos por sua pobreza.

10. E quanto a isso dou o meu parecer, para o vosso proveito, visto que, no ano passado, fostes os primeiros a começar não só a participar mas também a desejar fazê-lo.

11. Agora, pois, completai a obra, para que, assim como houve disposição no desejar, haja também o cumprir conforme o que possuís.

12. Porque, se há disposição, isso é aceitável de acordo com o que alguém possui, e não de acordo com o que não tem.

13. Digo isso não para que haja alívio para outros e sofrimento para vós, mas para que haja igualdade.

14. No tempo presente, a necessidade de outros está sendo suprida pelo que excedeu de vós, para que também aquilo que deles exceder venha a suprir a vossa necessidade, e assim haja igualdade.

15. Como está escrito: Ao que muito colheu, nada sobrou; e ao que pouco colheu, nada faltou.

16. Mas, graças a Deus, que pôs no coração de Tito a mesma dedicação por vós;

17. pois não somente aceitou a nossa solicitação, mas, sendo muito dedicado, partiu de livre vontade e foi visitar-vos.

18. E juntamente com ele estamos enviando o irmão cujo louvor por seu trabalho no evangelho tem se espalhado por todas as igrejas.

19. E não somente isso, mas ele também foi escolhido pelas igrejas para ser nosso companheiro de viagem enquanto ministramos essa graça para a glória do Senhor e para mostrar nossa boa vontade.

20. A nossa intenção é evitar que alguém nos acuse com respeito a essa oferta generosa, que por nós é ministrada,

21. pois tomamos cuidado com o que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens.

22. Com eles estamos enviando também outro irmão nosso, o qual já se mostrou dedicado muitas vezes e em muitas coisas, mas agora se mostra bem mais dedicado pela muita confiança que tem em vós.

23. Se há alguma questão quanto a Tito, ele é meu companheiro e cooperador para convosco. Se há alguma questão quanto a nossos irmãos, eles são mensageiros das igrejas e glória de Cristo.

24. Portanto, mostrai-lhes, perante as igrejas, a prova do vosso amor e o motivo do orgulho que temos de vós.