Gálatas 2

1. Depois de catorze anos, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando Tito também comigo.

2. Subi por causa de uma revelação e expus a eles o evangelho que prego entre os gentios, mas em particular aos que pareciam se destacar, para que de algum modo não corresse ou não tivesse corrido inutilmente.

3. Mas nem mesmo Tito, que estava comigo, foi forçado a se circuncidar, embora fosse grego,

4. e isso por causa dos falsos irmãos que haviam se intrometido e secretamente vieram espiar a liberdade que temos em Cristo Jesus, para nos escravizar.

5. Mas nem por um momento cedemos, ou nos submetemos a eles, para que a verdade do evangelho permanecesse convosco.

6. E aqueles que pareciam ser importantes, ainda que o tenham sido no passado, isso não me importa, pois Deus não considera a aparência humana, esses, que pareciam ser importantes, nada me acrescentaram.

7. Pelo contrário, viram que o evangelho da incircuncisão me havia sido confiado, assim como a Pedro o evangelho da circuncisão.

8. Pois aquele que agiu por meio de Pedro para o apostolado da circuncisão também agiu por meu intermédio para o apostolado aos gentios.

9. E quando reconheceram a graça que me havia sido dada, Tiago, Cefas e João, considerados colunas, estenderam a mão direita da comunhão a mim e a Barnabé, para que fôssemos aos gentios, e eles, à circuncisão.

10. E nos recomendaram somente que nos lembrássemos dos pobres, o que também procurei fazer com cuidado.

11. Quando, porém, Cefas chegou a Antioquia, eu o enfrentei abertamente, pois merecia ser repreendido.

12. Porque antes de chegarem alguns da parte de Tiago, ele estava comendo com os gentios; mas, quando eles chegaram, Cefas foi se retirando e se separando deles, por temer os que eram da circuncisão.

13. E os outros judeus também fizeram como ele, a ponto de até Barnabé se deixar levar pela hipocrisia deles.

14. Mas, quando vi que não agiam corretamente, conforme a verdade do evangelho, disse a Cefas na frente de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como os judeus, por que obrigas os gentios a viver como judeus?

15. Nós, judeus por natureza e não pecadores dentre os gentios,

16. sabemos, contudo, que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo. Nós também temos crido em Cristo Jesus, para sermos justificados pela fé em Cristo e não pelas obras da lei, pois ninguém será justificado pelas obras da lei.

17. Mas se, procurando ser justificados em Cristo, nós mesmos também fomos encontrados pecadores, seria por acaso Cristo ministro do pecado? De modo nenhum.

18. Ora, se reconstruo aquilo que destruí, demonstro que sou transgressor.

19. Pois, pela lei, eu morri para a lei, a fim de viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo.

20. Portanto, não sou mais eu quem vive, mas é Cristo quem vive em mim. E essa vida que vivo agora no corpo, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.

21. Assim, não cancelo a graça de Deus; pois, se a justiça vem por meio da lei, então Cristo morreu inutilmente.