Deuteronômio 11

1. Amarás o SENHOR, teu Deus, e guardarás suas normas, seus estatutos, seus preceitos e seus mandamentos todos os dias.

2. Considerai hoje que não sois como vossos filhos, que não conheceram nem viram a instrução do SENHOR, vosso Deus, sua grandeza, sua mão forte e seu braço estendido;

3. seus sinais e as obras que fez no Egito ao faraó, rei do Egito, e a toda a sua terra;

4. o que fez ao exército dos egípcios, aos seus carros e cavalos; como fez vir sobre eles as águas do mar Vermelho quando vos perseguiam, e como o SENHOR os destruiu até o dia de hoje;

5. o que vos fez no deserto, até chegardes a este lugar;

6. e o que fez a Datã e Abirão, filhos de Eliabe, filho de Rúben; como a terra abriu a boca e os engoliu com suas famílias e suas tendas, e com todo ser vivo que lhes pertencia, no meio de todo o Israel;

7. porque os vossos olhos viram todas as grandes obras que o SENHOR fez.

8. Guardareis todos os mandamentos que hoje vos ordeno, para que sejais fortes, entreis e ocupeis a terra para onde estais indo;

9. e para que prolongueis os vossos dias nessa terra que o SENHOR prometeu com juramento dar a vossos pais e à descendência deles; terra que dá leite e mel.

10. Pois a terra na qual estais entrando para tomar posse não é como a terra do Egito, de onde saístes, em que semeáveis a semente e a regáveis a pé, como se faz a uma horta;

11. a terra em que estais entrando para dela tomar posse é terra de montes e de vales, que bebe as águas da chuva do céu;

12. terra cuidada pelo SENHOR, teu Deus, cujos olhos estão continuamente sobre ela, desde o princípio até o fim do ano.

13. E acontecerá que, se obedeceres atentamente a meus mandamentos que hoje te ordeno, de amar o SENHOR, teu Deus, e de servi-lo de todo o coração e de toda a alma,

14. darei a chuva para tua terra no tempo certo, a primeira e a última, para que recolhas o trigo, o vinho novo e o azeite;

15. e farei que haja pasto para o gado no campo, e tu comerás com fartura.

16. Cuidado para que o vosso coração não se engane e vos desvieis, e cultueis outros deuses, adorando-os;

17. e a ira do SENHOR se acenda contra vós, e ele feche o céu, e não caia chuva, e a terra não dê o seu fruto, e depressa desapareçais da boa terra que o SENHOR vos dá.

18. Colocai estas minhas palavras no coração e na alma; prendei-as como um sinal na mão, como faixas na vossa testa;

19. e as ensinareis a vossos filhos, falando delas, sentados em casa e andando pelo caminho, ao vos deitardes e ao vos levantardes;

20. e as escrevereis nos batentes de casa e nas portas;

21. para que se multipliquem os vossos dias e os dias de vossos filhos na terra que o SENHOR prometeu com juramento dar a vossos pais, enquanto o céu cobrir a terra.

22. Pois, se guardardes fielmente todos estes mandamentos que eu vos ordeno, se amardes o SENHOR, vosso Deus, e andardes em todos os seus caminhos, e a ele vos apegardes,

23. o SENHOR expulsará da vossa frente todas estas nações, e conquistareis nações maiores e mais poderosas do que vós.

24. E será vosso todo lugar que pisar a planta do vosso pé; o vosso território se estenderá do deserto ao Líbano, e do rio, o Eufrates, até o mar ocidental.

25. Ninguém poderá vos resistir. O SENHOR, vosso Deus, espalhará o medo e o terror de vós sobre toda a terra que pisardes, como vos disse.

26. Vede que hoje ponho diante de vós a bênção e a maldição:

27. A bênção, se obedecerdes aos mandamentos do SENHOR, vosso Deus, que hoje vos ordeno;

28. mas a maldição, se não obedecerdes aos mandamentos do SENHOR, vosso Deus, desviando-vos do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que nunca conhecestes.

29. Quando o SENHOR, teu Deus, tiver te levado para a terra que possuirás, pronunciarás a bênção sobre o monte Gerizim e a maldição sobre o monte Ebal.

30. Os montes estão do outro lado do Jordão, no caminho do pôr do sol, na terra dos cananeus, que habitam na Arabá defronte de Gilgal, junto aos carvalhos de Moré.

31. Pois estais para cruzar o Jordão e entrar para tomar posse da terra que o SENHOR, vosso Deus, vos dá; vós a possuireis e nela habitareis.

32. Cuidado, então, para observar todos os estatutos e preceitos que hoje vos declaro.