Tiago 4

1. De onde vêm as guerras e discórdias que há entre vós? Será que não vêm dos prazeres que guerreiam nos membros do vosso corpo?

2. Cobiçais e nada conseguis. Matais e invejais, e não podeis obter; brigais e fazeis guerras. Nada tendes porque não pedis.

3. Pedis e não recebeis, porque pedis de modo errado, só para gastardes em vossos prazeres.

4. Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, quem quiser ser amigo do mundo se coloca na posição de inimigo de Deus.

5. Ou pensais ser sem motivo que a Escritura diz: O Espírito que ele fez habitar em nós tem muito ciúme?

6. Todavia, ele nos dá maior graça. Portanto, ele diz: Deus se opõe aos arrogantes, porém dá graça aos humildes.

7. Assim, sujeitai-vos a Deus, mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.

8. Achegai-vos a Deus, e ele se achegará a vós. Pecadores, limpai as mãos, e vós, que sois vacilantes, purificai vosso coração.

9. Entristecei-vos, lamentai e chorai. Que o vosso riso se transforme em lamento, e a vossa alegria em tristeza.

10. Humilhai-vos diante do Senhor, e ele vos exaltará.

11. Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e o julga, fala mal da lei e a julga. Se julgas a lei, já não és cumpridor da lei, mas juiz.

12. Há um só legislador e juiz, aquele que pode salvar e destruir. Mas quem és tu, que julgas o próximo?

13. Agora, prestai atenção, vós que dizeis: Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, lá passaremos um ano, negociaremos e teremos lucro.

14. No entanto, não sabeis o que acontecerá no dia de amanhã. O que é a vossa vida? Sois como uma névoa que aparece por pouco tempo e logo se dissipa.

15. Em vez disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo.

16. Mas vos orgulhais da vossa arrogância. Todo orgulho como esse é maligno.

17. Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz, comete pecado.