Josué 22

1. Então Josué chamou os rubenitas, os gaditas e a meia-tribo de Manassés,

2. e disse-lhes: Tendes feito tudo quanto Moisés, servo do SENHOR, vos ordenou, bem como tendes obedecido à minha voz em tudo quanto vos ordenei.

3. Nunca desamparastes vossos irmãos, até o dia de hoje, mas atendestes cuidadosamente à ordem do SENHOR, vosso Deus.

4. Agora o SENHOR, vosso Deus, deu descanso a vossos irmãos, como lhes prometera; voltai agora, e ide para as vossas tendas, para a terra da vossa propriedade, que Moisés, servo do SENHOR, vos deu além do Jordão.

5. Apenas tende cuidado de guardar com diligência o mandamento e a lei que Moisés, servo do SENHOR, vos ordenou: Amai o SENHOR, vosso Deus, andai em todos os seus caminhos, guardai os seus mandamentos, apegai-vos a ele e a ele cultuai de todo o coração e de toda a alma.

6. Assim Josué os abençoou e os despediu; e eles foram para as suas tendas.

7. Moisés tinha dado terras à meia-tribo de Manassés em Basã, porém à outra metade Josué deu herança entre seus irmãos, a oeste do Jordão. Então Josué os enviou para as suas tendas e os abençoou.

8. E disse-lhes: Voltai para as vossas tendas com grandes riquezas: com muito gado, com prata e ouro, com cobre e ferro, e com muitas vestes; e reparti com vossos irmãos o despojo dos inimigos.

9. Assim voltaram os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia-tribo de Manassés, separando-se dos israelitas em Siló, que está na terra de Canaã, para irem à terra de Gileade, à terra da sua posse, da qual se apoderaram, segundo a ordem do SENHOR por meio de Moisés.

10. Ao chegarem à região junto ao Jordão, ainda na terra de Canaã, os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia-tribo de Manassés edificaram ali, à beira do Jordão, um altar de grandes proporções.

11. E os israelitas ouviram dizer: Os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia-tribo de Manassés edificaram um altar na fronteira da terra de Canaã, na região junto ao Jordão, do lado que pertence aos israelitas.

12. Quando ouviram isto, os israelitas reuniram-se todos em Siló, para irem guerrear contra eles.

13. Então os israelitas enviaram aos filhos de Rúben, aos filhos de Gade e à meia-tribo de Manassés, à terra de Gileade, Fineias, filho de Eleazar, o sacerdote,

14. e com ele dez príncipes, um de cada casa paterna de todas as tribos de Israel; e eles eram chefes das suas casas paternas entre os milhares de Israel.

15. E eles foram falar com os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia-tribo de Manassés, na terra de Gileade, e lhes disseram:

16. Assim diz toda a comunidade do SENHOR: Que desobediência cometestes contra o Deus de Israel, deixando hoje de seguir o SENHOR, edificando um altar para vos rebelardes hoje contra o SENHOR?

17. Por acaso foi pouca a maldade cometida em Peor, da qual ainda até o dia de hoje não nos purificamos, apesar de uma praga ter atingido a comunidade do SENHOR?

18. Quereis hoje abandonar o SENHOR? Se vos rebelais hoje contra o SENHOR, amanhã ele derramará sua ira contra toda a comunidade de Israel.

19. Mas se a terra que possuístes está impura, ide para a terra do SENHOR, onde está o tabernáculo do SENHOR, e adquiri propriedade entre nós; mas não vos rebeleis contra o SENHOR, nem vos rebeleis contra nós, edificando um altar que não seja o altar do SENHOR, nosso Deus.

20. Não foi assim que Acã, filho de Zerá, pecou no caso do anátema? E não foi por isso que a ira foi derramada sobre toda a comunidade de Israel? E não foi só ele que morreu por causa de sua maldade.

21. Então responderam os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia-tribo de Manassés, e disseram aos chefes dos milhares de Israel:

22. O Poderoso, Deus, o SENHOR, o Poderoso, Deus, o SENHOR, ele sabe, e Israel também deve saber! Se fizemos em rebeldia ou em desobediência contra o SENHOR não nos poupes hoje.

23. Se edificamos um altar para abandonarmos o SENHOR, ou para oferecer holocausto e oferta de cereais, ou para oferecer sacrifícios de ofertas pacíficas, que o SENHOR mesmo cobre isso de nós.

24. Na verdade, assim procedemos com receio e de propósito, dizendo: Amanhã vossos filhos poderiam dizer a nossos filhos: Que tendes vós com o SENHOR, Deus de Israel?

25. Pois o SENHOR pôs o Jordão por fronteira entre nós e vós, ó filhos de Rúben, e ó filhos de Gade; não tendes parte com o SENHOR. Assim bem poderiam vossos filhos fazer com que os nossos filhos deixassem de temer o SENHOR.

26. Por isso dissemos: Edifiquemos agora um altar, não para holocausto, nem para sacrifício,

27. mas para que nos sirva de testemunho entre nós e vós, e entre as nossas gerações posteriores, para podermos cultuar ao SENHOR diante dele com os nossos holocaustos, com os nossos sacrifícios e com as nossas ofertas pacíficas; para que vossos filhos não digam amanhã a nossos filhos: Não tendes parte no SENHOR.

28. Assim dissemos: Quando amanhã disserem isso a nós ou às nossas gerações, então diremos: Vede o modelo do altar do SENHOR que os nossos pais fizeram, não para holocausto nem para sacrifício, mas para ser testemunho entre nós e vós,

29. Longe esteja de nós nos rebelarmos contra o SENHOR ou abandoná-lo hoje, edificando altar para holocausto, oferta de cereais ou sacrifício que não seja o altar do SENHOR, nosso Deus, que está perante o seu tabernáculo.

30. Quando Fineias, o sacerdote, e os príncipes da comunidade, os chefes dos milhares de Israel que estavam com ele, ouviram as palavras que lhes disseram os filhos de Rúben, os filhos de Gade e os filhos de Manassés, ficaram satisfeitos.

31. Então disse Fineias, filho de Eleazar, o sacerdote, aos filhos de Rúben, aos filhos de Gade e aos filhos de Manassés: Hoje sabemos que o SENHOR está no meio de nós, porque não desobedecestes ao SENHOR; agora livrastes os israelitas da mão do SENHOR.

32. Assim, Fineias, filho de Eleazar, o sacerdote, e os príncipes deixaram os filhos de Rúben e os filhos de Gade, voltaram da terra de Gileade para a terra de Canaã, aos israelitas, e relataram a resposta a eles.

33. Com isso os israelitas ficaram satisfeitos e louvaram a Deus; não falaram mais em guerrear contra eles, para destruírem a terra em que os filhos de Rúben e os filhos de Gade habitavam.

34. E os filhos de Rúben e os filhos de Gade chamaram o altar de Testemunho, pois disseram: É um testemunho entre nós de que o SENHOR é Deus.