Josué 4

1. Assim que todo o povo acabou de atravessar o Jordão, o SENHOR falou a Josué:

2. Tomai doze homens dentre o povo, um homem de cada tribo;

3. e ordenai-lhes: Do meio do Jordão, do lugar onde pararam os pés dos sacerdotes, tirai dali doze pedras, levai-as convosco para o outro lado e colocai-as no lugar em que haveis de passar esta noite.

4. Josué chamou os doze homens que escolhera dos israelitas, um homem de cada tribo;

5. e disse-lhes: Passai adiante da arca do SENHOR, vosso Deus, ao meio do Jordão, e cada um levante uma pedra sobre o ombro, segundo o número das tribos dos israelitas;

6. e isto será por sinal entre vós; e quando vossos filhos no futuro perguntarem: Que significam estas pedras?,

7. direis a eles que as águas do Jordão foram interrompidas diante da arca da aliança do SENHOR; quando ela passou pelo Jordão, as águas foram interrompidas; e estas pedras serão para sempre um memorial aos israelitas.

8. E os israelitas fizeram como Josué havia ordenado: levantaram doze pedras do meio do Jordão como o SENHOR havia falado a Josué, segundo o número das tribos dos israelitas; eles as levaram consigo ao lugar em que pisaram e as colocaram ali.

9. Josué amontoou também doze pedras no meio do Jordão, no lugar em que pararam os pés dos sacerdotes que levavam a arca da aliança; e ali estão até o dia de hoje.

10. Pois os sacerdotes que levavam a arca pararam no meio do Jordão, até que se cumpriu tudo o que o SENHOR mandara Josué dizer ao povo, conforme tudo o que Moisés havia ordenado a Josué. E o povo apressou-se e atravessou.

11. Assim que todo o povo acabou de atravessar, a arca do SENHOR e os sacerdotes atravessaram, à vista do povo.

12. E os filhos de Rúben, os filhos de Gade e a meia-tribo de Manassés atravessaram, armados, adiante dos demais israelitas, como Moisés lhes tinha dito.

13. Por volta de quarenta mil homens prontos para a guerra passaram diante do SENHOR, rumo às planícies de Jericó.

14. Naquele dia o SENHOR honrou Josué aos olhos de todo o Israel; e eles o respeitaram como haviam respeitado Moisés, por todos os dias da sua vida.

15. Depois o SENHOR falou a Josué:

16. Dá ordem aos sacerdotes que levam a arca do testemunho, que saiam do Jordão.

17. De modo que Josué deu esta ordem aos sacerdotes: Saí do Jordão.

18. E aconteceu que, quando os sacerdotes que levavam a arca da aliança do SENHOR saíram do meio do Jordão, e as plantas dos seus pés pisaram em terra seca, as águas do Jordão voltaram ao seu lugar e transbordaram em todas as suas margens, como antes.

19. O povo saiu do Jordão no dia dez do primeiro mês e acampou em Gilgal, ao oriente de Jericó.

20. E, em Gilgal, Josué levantou as doze pedras, que haviam tirado do Jordão,

21. e falou aos israelitas: No futuro, quando vossos filhos perguntarem a seus pais: Que significam estas pedras?,

22. contareis a vossos filhos, dizendo: Israel atravessou este Jordão a pé enxuto.

23. Porque o SENHOR, vosso Deus, fez secar as águas do Jordão diante de vós, até que atravessásseis, assim como fez ao mar Vermelho, ao qual fez secar perante nós, até que o atravessássemos;

24. para que todos os povos da terra saibam que a mão do SENHOR é forte; a fim de que também temais o SENHOR, vosso Deus, para sempre.