Apocalipse 22

1. Então, o anjo mostrou-me o rio da água da vida, claro como cristal, que saía do trono de Deus e do Cordeiro,

2. no meio da praça da cidade. De ambos os lados do rio estava a árvore da vida, que produz doze frutos, de mês em mês; e as folhas da árvore são para a cura das nações.

3. Ali jamais haverá maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro; seus servos o servirão

4. e verão a sua face, e na testa deles estará o seu nome.

5. Não haverá mais noite, e não precisarão de luz de lâmpada nem da luz do sol, porque o Senhor Deus os iluminará, e eles reinarão pelos séculos dos séculos.

6. E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou seu anjo para mostrar a seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.

7. Venho em breve! Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro.

8. Eu, João, ouvi e vi todas essas coisas. Quando as vi e ouvi, prostrei-me aos pés do anjo que as mostrava a mim, para adorá-lo.

9. Mas ele me disse: Olha, não faças isso, porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.

10. Ele me disse ainda: Não guardes as palavras da profecia deste livro, porque o tempo está próximo.

11. Quem é injusto, continue na injustiça; quem é impuro, continue na impureza; quem é justo, continue praticando a justiça; e quem é santo, continue se santificando.

12. Venho em breve e trago a recompensa, com a qual retribuirei a cada um segundo a sua obra.

13. Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último, o princípio e o fim.

14. Bem-aventurados os que lavam suas roupas para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas!

15. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira.

16. Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos testemunhar essas coisas em favor das igrejas. Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã.

17. O Espírito e a noiva dizem: Vem! E quem ouve, diga: Vem! Quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida.

18. Dou testemunho a todo que ouvir as palavras da profecia deste livro; se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus lhe acrescentará as pragas escritas neste livro;

19. e se alguém tirar alguma coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida e da cidade santa, descritas neste livro.

20. Aquele que dá testemunho dessas coisas diz: Certamente venho em breve. Amém. Vem, Senhor Jesus!

21. A graça do Senhor Jesus esteja com todos.