Juízes 18

1. Naqueles dias não havia rei em Israel, e a tribo de Dã procurava lugar para se estabelecer, pois ainda não havia recebido a sua herança entre as tribos de Israel.

2. Os homens de Dã enviaram cinco homens valentes, escolhidos entre o povo de Zorá e Estaol, para espionar e reconhecer a terra. E lhes disseram: Ide e reconhecei a terra. Quando os homens chegaram à região montanhosa de Efraim, foram à casa de Mica e passaram a noite ali.

3. Ao se aproximarem da casa de Mica, reconheceram a voz do jovem levita. Foram a ele e lhe perguntaram: Quem te trouxe para cá? Que estás fazendo aqui? Por que estás aqui?

4. E ele lhes contou o que Mica havia feito por ele: Ele me contratou e eu lhe sirvo como sacerdote.

5. Então lhe disseram: Consulta a Deus para que saibamos se a nossa viagem será bem-sucedida.

6. E o sacerdote lhes respondeu: Ide em paz. A vossa viagem é do SENHOR.

7. Então os cinco homens partiram e chegaram a Laís, onde viram que o povo vivia em segurança como os sidônios, despreocupado e tranquilo. Era um povo próspero, pois nada faltava naquela terra. Não tinham relações com os sidônios nem com outro povo.

8. Em seguida, voltaram a seus irmãos em Zorá e Estaol, que lhes perguntaram: Que nos dizeis?

9. Eles responderam: Levantai-vos, e vamos atacá-los, pois examinamos a terra e vimos que é muito boa. E vós ficareis aqui tranquilos? Não sejais preguiçosos para tomar posse desta terra.

10. Quando chegardes lá, achareis um povo despreocupado, e a terra é muito espaçosa. Deus entregou nas vossas mãos um lugar onde não falta nada do que há na terra.

11. Então seiscentos homens da tribo de Dã partiram de Zorá e Estaol com armas de guerra.

12. E subiram e acamparam em Quiriate-Jearim, em Judá. Por isso, o lugar ficou conhecido como Maané-Dã até hoje, e está localizado a oeste de Quiriate-Jearim.

13. Dali foram à região montanhosa de Efraim e chegaram à casa de Mica.

14. Então os cinco homens que haviam ido espionar a terra de Laís perguntaram a seus irmãos: Por acaso sabeis que naquelas casas há um colete sacerdotal, ídolos da família, uma imagem esculpida e um ídolo de metal? Pensai bem no que fareis.

15. Então foram para lá e chegaram à casa do jovem levita, à casa de Mica, e o cumprimentaram.

16. E os seiscentos homens da tribo de Dã ficaram à entrada da porta, com suas armas de guerra.

17. Os cinco homens que haviam espionado a terra entraram e tomaram a imagem esculpida, o colete sacerdotal, os ídolos da família e o ídolo de metal, enquanto o sacerdote e os seiscentos homens armados estavam à porta.

18. Quando eles entraram na casa de Mica e tomaram a imagem esculpida, o colete sacerdotal, os ídolos da família e o ídolo de metal, o sacerdote lhes perguntou: Que estais fazendo?

19. E eles lhe responderam: Silêncio! Põe a mão sobre a boca, vem conosco, e sê o nosso pai e sacerdote. O que é melhor para ti? Ser sacerdote só da casa de um homem, ou de uma tribo e de um clã em Israel?

20. Então o sacerdote ficou muito contente e pegou o colete sacerdotal, os ídolos da família e a imagem esculpida e se juntou aos homens.

21. Assim, viraram-se e partiram, colocando diante de si os filhos, o gado e os bens.

22. Quando já estavam longe da casa de Mica, os homens das casas vizinhas à dele se ajuntaram e alcançaram os homens de Dã.

23. E gritaram aos homens de Dã, os quais, virando-se, perguntaram a Mica: Que houve? Por que vens com tanta gente?

24. Então ele respondeu: Tomastes os meus deuses e o meu sacerdote e partistes. Agora, o que me sobrou? E ainda perguntais: Que houve?

25. Mas os homens de Dã lhe disseram: Que não se ouça a tua voz entre nós, para que homens violentos não se lancem sobre vós e percas a vida, juntamente com os da tua casa.

26. Assim, os homens de Dã seguiram o seu caminho. Quando Mica viu que eram mais fortes do que ele, virou-se e voltou para casa.

27. Os homens de Dã levaram os objetos que Mica havia feito e o sacerdote a Laís, onde habitava um povo despreocupado e tranquilo. Então, mataram todos ao fio da espada e incendiaram a cidade.

28. E ninguém os livrou, pois estavam longe de Sidom e não tinham relações com ninguém. A cidade estava situada no vale junto a Bete-Reobe. Depois dessas coisas, reconstruíram a cidade e habitaram nela,

29. dando-lhe o nome de Dã, segundo o nome de seu antepassado Dã, filho de Israel. Anteriormente o nome da cidade era Laís.

30. Os homens de Dã levantaram para si aquela imagem esculpida, e Jônatas, filho de Gérson, neto de Moisés, e seus filhos foram sacerdotes da tribo de Dã até a ida do povo para o cativeiro.

31. Deste modo, estabeleceram para si a imagem esculpida feita por Mica durante todo o tempo em que o santuário de Deus esteve em Siló.