1 Samuel 21

1. Davi foi a Nobe, ao sacerdote Aimeleque, que foi ao seu encontro tremendo e lhe perguntou: Por que vens só, sem ninguém que te acompanhe?

2. Davi respondeu ao sacerdote Aimeleque: O rei me encarregou de uma missão, dizendo: Ninguém saiba desta missão da qual te encarreguei e te dei ordens. Quanto aos homens, combinei um certo lugar onde eles estarão.

3. Agora, que tens à mão? Dá-me cinco pães, ou o que tiveres.

4. O sacerdote respondeu a Davi: Não tenho pão comum, mas tenho pão sagrado; se os homens pelo menos se abstiveram das mulheres, poderão comer.

5. Davi respondeu ao sacerdote e lhe disse: Sim, como de costume, nós nos privamos de mulher quando saímos. Os utensílios dos homens também foram consagrados, embora fosse para uma viagem comum; quanto mais hoje os seus utensílios seriam consagrados.

6. Então o sacerdote lhe deu o pão sagrado; porque não havia ali outro pão, senão os pães consagrados que haviam sido retirados de diante do SENHOR no dia em que foram substituídos por pão quente.

7. Naqueles dias, havia ali um dos servos de Saul, cumprindo deveres diante do SENHOR; ele se chamava Doegue, era edomeu, chefe dos pastores de Saul.

8. Davi disse a Aimeleque: Tu tens uma lança ou uma espada aqui? Porque eu não trouxe nem a minha espada nem as minhas armas, pois a missão do rei era urgente.

9. O sacerdote respondeu: A espada do filisteu Golias, a quem feriste no vale de Elá, está aqui enrolada num pano, atrás do colete sacerdotal; se quiseres, podes pegá-la, porque esta é a única que há aqui. E Davi disse: Não há outra melhor; dá-me a espada.

10. Naquele dia, Davi se levantou, fugiu de Saul e foi encontrar-se com Áquis, rei de Gate.

11. Mas os servos de Áquis lhe perguntaram: Este não é Davi, o rei da terra? Não era sobre ele que cantavam nas danças, dizendo: Saul matou milhares, mas Davi, dez milhares?

12. Davi pensou muito nessas palavras e teve muito medo de Áquis, rei de Gate.

13. Por isso, mudou de atitude na presença deles e fingiu-se de louco; ele riscava os portões e deixava correr a saliva pela barba.

14. Então Áquis disse aos seus servos: Vedes que este homem está louco! Por que o trouxestes a mim?

15. Será que me faltam loucos, para que o trouxésseis diante de mim para fazer loucuras? Ele entrará na minha casa?