1 Samuel 3

1. O menino Samuel continuava servindo ao SENHOR, supervisionado por Eli. Naqueles dias a palavra do SENHOR era muito rara, e as visões não eram frequentes.

2. Certo dia, Eli, cujos olhos estavam enfraquecendo a ponto de não conseguir enxergar, estava deitado no seu aposento.

3. A lâmpada de Deus ainda não havia se apagado, e Samuel também estava deitado no templo do SENHOR, onde estava a arca de Deus.

4. Então o SENHOR chamou: Samuel! Samuel! Ele respondeu: Aqui estou.

5. E correu até Eli e disse: Aqui estou, pois me chamaste. Mas ele disse: Eu não te chamei; volta e deita-te. E ele foi e se deitou.

6. O SENHOR chamou novamente: Samuel! E Samuel se levantou, foi até Eli e disse: Aqui estou, pois me chamaste. Mas ele disse: Eu não te chamei, filho meu; volta e deita-te.

7. Samuel ainda não conhecia o SENHOR, e a palavra do SENHOR ainda não lhe havia sido revelada.

8. Então o SENHOR chamou Samuel pela terceira vez. Ele se levantou, foi até Eli e disse: Aqui estou, pois me chamaste. Então Eli entendeu que o SENHOR estava chamando o menino.

9. E Eli disse a Samuel: Vai deitar-te, e se ele te chamar, diz: Fala, SENHOR, pois o teu servo ouve. Samuel foi e deitou-se no seu lugar.

10. Depois disso, o SENHOR voltou, permaneceu ali e chamou como das outras vezes: Samuel! Samuel! Então ele respondeu: Fala, porque o teu servo ouve.

11. Então o SENHOR disse a Samuel: Estou a ponto de fazer algo em Israel que fará tinir os ouvidos de todo aquele que o souber.

12. Naquele dia, agirei contra Eli, cumprindo tudo o que tenho dito a respeito da família dele, do início ao fim.

13. Porque já lhe disse que julgarei sua família para sempre, pois ele sabia do pecado de seus filhos, que blasfemavam contra Deus, mas não os repreendeu.

14. Portanto, jurei à família de Eli que o seu pecado nunca mais será expiado, nem com sacrifícios, nem com ofertas.

15. Samuel ficou deitado até de manhã; então abriu as portas da casa do SENHOR. Entretanto, Samuel tinha medo de contar a visão a Eli.

16. Mas Eli chamou Samuel e disse: Samuel, meu filho! E ele respondeu: Aqui estou.

17. Eli perguntou-lhe: O que o SENHOR te falou? Não escondas nada de mim; Deus te castigue duramente, se esconderes de mim qualquer coisa de tudo o que te falou.

18. Samuel contou-lhe tudo, sem esconder nada. Então Eli disse: Ele é o SENHOR, faça o que bem parecer aos seus olhos.

19. Samuel crescia, e o SENHOR estava com ele e não deixou falhar nenhuma de todas as suas palavras.

20. E todo o Israel, desde Dã até Berseba, reconheceu que Samuel estava confirmado como profeta do SENHOR.

21. O SENHOR voltou a aparecer em Siló, porque ali o SENHOR se manifestava a Samuel pela sua palavra.