1 Samuel 7

1. Os homens de Quiriate-Jearim vieram, levaram a arca do SENHOR e a colocaram na casa de Abinadabe, na colina; e consagraram seu filho Eleazar para que guardasse a arca do SENHOR.

2. A arca ficou muito tempo em Quiriate-Jearim, chegando a vinte anos. E todo o povo de Israel lamentava ao SENHOR.

3. E Samuel falou a todo o povo de Israel: Se quereis voltar ao SENHOR com toda sinceridade, lançai fora os deuses estrangeiros e as astarotes, dedicai o coração ao SENHOR e cultuai somente a ele; e ele vos livrará da mão dos filisteus.

4. Os israelitas lançaram fora os baalins e as astarotes, e cultuaram somente o SENHOR.

5. Samuel também disse: Reuni todo o Israel em Mispá, e intercederei por vós junto ao SENHOR.

6. Eles se reuniram em Mispá, tiraram água e a derramaram diante do SENHOR; jejuaram aquele dia, e ali confessaram: Pecamos contra o SENHOR. E Samuel julgava os israelitas em Mispá.

7. Quando os filisteus ouviram que os israelitas estavam reunidos em Mispá, os chefes dos filisteus subiram para atacar Israel. Os israelitas temeram quando souberam disso.

8. E disseram a Samuel: Não cesses de clamar ao SENHOR, nosso Deus, por nós, para que nos livre das mãos dos filisteus.

9. Então Samuel pegou um cordeiro que ainda mamava e o ofereceu inteiro em holocausto ao SENHOR; e Samuel clamou ao SENHOR por Israel, e o SENHOR o atendeu.

10. Enquanto Samuel oferecia o holocausto, os filisteus chegaram para atacar a Israel; mas naquele dia o SENHOR trovejou com grande estrondo sobre os filisteus, e os destruiu, de modo que foram derrotados pelos israelitas.

11. Os homens de Israel saíram de Mispá, perseguiram os filisteus e os feriram até abaixo de Bete-Car.

12. Então Samuel tomou uma pedra e a pôs entre Mispá e Sem, e lhe chamou Ebenézer; e disse: Até aqui nos ajudou o SENHOR.

13. Assim os filisteus foram subjugados e não vieram mais ao território de Israel, porque a mão do SENHOR foi contra os filisteus durante os dias de Samuel.

14. As cidades que os filisteus haviam conquistado foram devolvidas a Israel, desde Ecrom até Gate, cujos territórios Israel também tomou dos filisteus. E houve paz entre Israel e os amorreus.

15. Samuel julgou Israel todos os dias da sua vida.

16. De ano em ano, percorria Betel, Gilgal e Mispá, julgando Israel em cada um desses lugares.

17. Depois voltava a Ramá, onde estava a sua casa, e ali julgava Israel; e edificou ali um altar ao SENHOR.