1 Samuel 9

1. Havia um homem de Benjamim, cujo nome era Quis, filho de Abiel, filho de Zeror, filho de Becorate, filho de Afias, filho de um benjamita; ele era poderoso e rico.

2. E tinha um filho chamado Saul, jovem e de bela aparência; nenhum homem era como ele entre os israelitas; era o mais alto de todo o povo, os outros chegavam aos seus ombros.

3. As jumentas de Quis, pai de Saul, haviam se extraviado; então Quis disse a seu filho Saul: Leva agora contigo um dos rapazes, levanta-te e vai procurar as jumentas.

4. Eles passaram pela região montanhosa de Efraim, e também pela terra de Salisa, mas não as acharam; depois passaram pela terra de Saalim, porém não estavam ali também; passaram ainda pela terra de Benjamim, mas não as acharam.

5. Quando passavam pela terra de Zufe, Saul disse ao rapaz que estava com ele: Vem! Voltemos, para que não aconteça de meu pai se esquecer das jumentas e passar a se preocupar conosco.

6. Mas ele lhe disse: Nesta cidade há um homem de Deus muito respeitado; tudo quanto diz acontece infalivelmente. Vamos até lá; talvez ele nos mostre o caminho que devemos seguir.

7. Então Saul disse ao rapaz: Mas, se formos até lá, o que levaremos ao homem? Pois o alimento de nossas bolsas já acabou, e não temos presente para levar ao homem de Deus. O que teríamos?

8. O rapaz tornou a responder a Saul: Eu ainda tenho um quarto de um siclo de prata, que poderei dar ao homem de Deus, para que nos mostre o caminho.

9. (Antigamente em Israel, quando alguém ia consultar a Deus, dizia: Vinde, vamos ao vidente; porque naquela época o profeta se chamava vidente.)

10. Então Saul disse ao rapaz: Muito bem, vamos, então! E foram à cidade onde o homem de Deus morava.

11. Quando iam chegando à cidade, encontraram algumas moças que saíam para tirar água e lhes perguntaram: O vidente está aqui?

12. Elas responderam: Sim, está ali adiante; mas apressa-te, porque chegou hoje à cidade, pois o povo vai sacrificar hoje no altar que está na colina.

13. Quando entrardes na cidade, logo o encontrareis, antes que ele suba ao altar da colina para comer; pois o povo não comerá até que ele chegue, porque é ele quem abençoa o sacrifício, e depois os convidados comem. Subi agora, pois o encontrareis a esta hora.

14. Então eles subiram à cidade e, ao entrarem, Samuel os encontrou, quando saía para sacrificar no altar da colina.

15. Um dia antes de Saul chegar, o SENHOR havia revelado isto a Samuel:

16. Amanhã a estas horas te enviarei um homem da terra de Benjamim; tu o ungirás como príncipe sobre o meu povo Israel; ele livrará o meu povo da mão dos filisteus, pois atentei para o meu povo, porque o seu clamor chegou a mim.

17. Quando Samuel viu Saul, o SENHOR lhe disse: Este é o homem sobre quem te falei. Ele governará o meu povo.

18. Então Saul se aproximou de Samuel na porta e disse: Por favor, mostra-me onde o vidente mora.

19. Samuel respondeu a Saul: Eu sou o vidente; acompanha-me até o monte, porque comereis hoje comigo; poderás ir pela manhã, e te declararei tudo quanto está no teu coração.

20. E não te preocupes com as jumentas que perdeste há três dias, pois já foram achadas. Mas a quem pertencerão todas as preciosidades de Israel? Por acaso não são para ti e para toda a família de teu pai?

21. Então Saul respondeu: Por acaso não sou eu benjamita, da menor das tribos de Israel? E a minha família não é a menor de todas as famílias da tribo de Benjamim? Por que me falas dessa maneira?

22. Porém Samuel, pegando Saul e o rapaz, levou-os à sala e deu-lhes o primeiro lugar entre os convidados, que eram cerca de trinta homens.

23. Então Samuel disse ao cozinheiro: Traze a porção que te entreguei e pedi que a separasse.

24. O cozinheiro pegou a coxa do animal, com o que havia nela, e colocou-a diante de Saul. E Samuel disse: Aqui está o que foi reservado. Come, pois te foi guardado para esta ocasião, para que o comesses com os convidados. Assim, Saul comeu com Samuel naquele dia.

25. Depois disso, desceram do monte para a cidade, e Samuel falou com Saul no terraço.

26. Eles se levantaram de madrugada, quase ao nascer do sol, pois Samuel chamou Saul, que estava no terraço: Levanta-te para que eu te acompanhe até a saída. Saul se levantou, e os dois saíram, ele e Samuel.

27. Quando desciam para a saída da cidade, Samuel disse a Saul: Fala ao rapaz que passe adiante de nós. O rapaz passou, e Samuel disse: Tu, porém, espera aqui e te farei ouvir a palavra de Deus.